Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Audiolivros

05.03.14

















Imagem: The New York Times

 

A leitura individual e silenciosa é muito mais valorizada intelectualmente do que ouvir ler em voz alta, um ato que nos faz remontar à infância. Mas a venda de audiolivros nos EUA não tem parado de aumentar, uma parte da literatura universal foi transmitida oralmente ao longo da história - a Ilíada e a Odisseia, por exemplo - e ouvir uma obra em registo audio permite-nos fazer outras coisas em simultâneo. É o regresso ao contar em voz alta como argumenta T. M. Luhrmann em artigo no The New York Times, Audiobooks and the Return of Storytelling.

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor