Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Seg | 06.09.21

Apresentação e abertura ao público do sítio LEME – Literacia e Educação para os Media Em linha

Captura de ecrã 2021-09-06, às 09.29.01.png

Na próxima quarta-feira, dia 8 de setembro de 2021, entre as 15h00 e as 16h00, num evento público online (acessível mediante inscrição prévia em https://dge-me-pt.zoom.us/webinar/register/WN_grhFsYoaTqygidlHLXM7Mg), será oficialmente apresentado e aberto o LEME – Literacia e Educação Mediática Em linha, um sítio na internet que agrega, organiza e referencia recursos de apoio à educação para os media, com acesso livre no endereço https://www.leme.gov.pt/ .

O LEME é uma iniciativa promovida pelo Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, e pelo Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, Nuno Artur Silva, a quem caberá o encerramento do evento de dia 8. Em termos de concretização, o projeto encontra-se atribuído a um Grupo de Trabalho (GT) multidisciplinar coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros (SGPCM) e formado por investigadores, professores, formadores, jornalistas e representantes de instituições públicas, sendo o site custeado pelo .PT. No evento (programa disponível abaixo), além de uma apresentação e demonstração de formas de pesquisa no sítio, será feita uma breve explicação do modo como a literacia mediática se enquadra no sistema de ensino português e haverá oportunidade para responder a perguntas da plateia.

Em termos gerais, o LEME apresenta-se como um agregador de diferentes tipos de recursos de literacia mediática (áudios, imagens, jogos, planos de atividades, vídeos), os quais são previamente selecionados e organizados pelo GT com o propósito principal de servir de ferramenta facilitadora do trabalho de educadores e professores, do ensino pré-escolar ao ensino secundário, que queiram explorar aprendizagens relacionadas com os media. Cada recurso, além de estar hiperligado à sua origem, é apresentado através de uma sinopse que sintetiza informações úteis (temas, objetivos gerais, no caso dos áudios, vídeos e dos planos de atividade também é referida por exemplo a duração, …), possibilitando uma ideia geral imediata sobre o seu potencial e aplicabilidade.

Ao entrar no sítio, quando se clica no separador referente aos “Recursos”, irá aceder-se a uma página com cinco campos de pesquisa – “Etiquetas”, “Língua”, “Nível de Escolaridade”, “Tipo de Recurso” e “Área” -, que, individualmente ou combinados entre si, permitem uma pesquisa avançada. A título exemplificativo: um professor com uma turma de 9.º ano, poderá saber que recursos estão disponíveis para os seus alunos se restringir a pesquisa a partir do campo “Nível de Escolaridade” e escolher a opção “3.º ciclo”, já um professor de inglês do 6.º ano poderá considerar útil pesquisar apenas os recursos disponíveis em língua inglesa, o que será facilitado pela combinação dos campos “Língua” (escolhendo a categoria “Inglês”) e “Nível de Escolaridade” (ativando a opção “2.ºciclo”). Também será possível procurar os recursos através do campo de pesquisa geral do site.

Ainda que os educadores e professores sejam os destinatários preferenciais desta ferramenta, o GT acredita que o LEME tem potencial para ser explorado por uma maior diversidade de agentes: pais e encarregados de educação, pelos próprios alunos, por grupos/instituições e cidadãos interessados em realizar iniciativas, projetos e atividades de promoção e desenvolvimento da educação para os media e da literacia mediática em diferentes contextos de aprendizagem, formais, não formais ou informais.

 No que diz  respeito à sua composição, o GT conta com a participação de representantes do CENJOR, da agência LUSA, do ISCTE e OBERCOM, do MILObs e do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, do Público na Escola, da Rede de Bibliotecas Escolares, do Sindicato dos Jornalistas, da Visão Júnior, da Direcção-Geral da Educação, da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (as duas últimas, juntamente com a SGPCM, também em representação do GILM - Grupo Informal sobre Literacia Mediática), e, a título individual, do jornalista e investigador Paulo Pena e do professor e formador Vítor Tomé.

Em termos conceptuais, o LEME está alinhado com o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e com a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania. Também o Referencial de Educação para os Media se encontra e o Referencial Aprender com a biblioteca escolar entre as principais referências teóricas deste projeto, influenciando, por exemplo, a forma como estão organizados os campos de pesquisa "Etiquetas" e "Áreas".

O LEME pretende ser um projeto de continuidade. Tal significa, para já, que irão sendo acrescentados outros recursos, além dos que estarão referenciados a partir do próximo dia 8 de setembro. 
 

PROGRAMA:
8 de setembro de 2021, 15h-16h
Em linha, através da plataforma zoom

15:00 – Abertura
                    Coordenador do Grupo de Trabalho
                    Representante do .PT
15:10 – A Literacia Mediática no sistema de ensino, DGE
15:20 – Apresentação da plataforma LEME, membro do Grupo de Trabalho
15:40 – Perguntas da plateia e respostas
15:50 – Encerramento
                     Secretário de Estado do Cinema Audiovisual e Media 
                     Secretário de Estado Adjunto e da Educação