Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Almanaque

29.05.09
Uma das filiações etimológicas de “almanaque” é o árabe “al-manâck”, que significa calendário ou forma de contar o tempo. Os Almanaques surgiram nas civilizações antigas do Oriente, ligados ao interesse pela Astrologia e à necessidade de marcar a passagem do tempo: o ciclo dos dias, dos meses, das estações do ano; as fases da lua e outras mudanças visíveis dos céus. Serviam para divulgar conselhos e receitas sobre agricultura, medicina e outros assuntos úteis à vida, e davam a conhecer ao comum dos mortais, na incerteza dos dias e da sua existência futura, a vontade dos astros e de outras potências que governavam esta vida e a outra.

Com o nascimento da tipografia e o avanço da alfabetização, os Almanaques multiplicaram-se, atingindo o seu período áureo no século XIX. O conteúdo foi-se adaptando aos tempos e aos leitores, continuando a fornecer indicações práticas e úteis, informações de género variado, notícias, efemérides, curiosidades, formas recreativas e humorísticas. A sabedoria popular foi lentamente dando as mãos à ciência, de preferência a acreditar nos astros e em forças ocultas e misteriosas. A organização do tempo, o calendário, esse continuou um elemento central dos Almanaques.

Numa época em que eram muito usados para divulgar superstições e predições astrológicas, o Renascimento, conta-se entre os primeiros livros impressos em Portugal, um almanaque da maior importância nas viagens dos Descobrimentos: o Almanach Perpetuum de Abraão Zacuto, judeu erudito, astrónomo e matemático de D. João II. Impresso em 1496, em Leiria, na oficina judaica de Abraão d'Ortas, o Almanach Perpetuum continha as tabelas de declinação do sol e foi uma obra essencial para a orientação dos navegadores portugueses.



O Almanaque que aqui iniciamos será uma espécie de colectânea de pequenas notícias, citações, imagens e curiosidades em torno dos livros, da leitura e das bibliotecas, que marcará os dias até à realização do Fórum RBE.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor