Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Seg | 19.12.22

A Rede de Bibliotecas de Ílhavo

2022-12-19 pq.png

Inaugurada em 11 de setembro de 2005, a Biblioteca Municipal de Ílhavo é um equipamento cultural de referência e excelência no Município, e no contexto da Rede de Bibliotecas da Região de Aveiro. Por decisão da Autarquia, as ruínas que restavam de um elegante Solar do Século XVII, deram lugar a um edifício moderno, atrativo e acolhedor, nascendo uma bela biblioteca pública, com um design arquitetónico reconhecido a nível internacional com o Prémio Internacional de Arquitetura do Museu de Design de Chicago – Chicago Athenaeum e integrando o roteiro “Portugal Contemporâneo” do Turismo de Portugal IP.

O sonho de ter uma Biblioteca em Ílhavo tornou-se realidade e, desde então, abriram-se as portas à população e, ao longo dos seus 17 anos de vida, tem disponibilizado, de forma regular, múltiplos projetos e atividades com o objetivo de proporcionar aprendizagem contínua, de se afirmar enquanto uma biblioteca atual, do século XXI, com uma intervenção ativa na comunidade e contribuindo, acima de tudo, para uma sociedade mais consciente e mais informada. Crianças, jovens, adultos, todos são bem-vindos e acolhidos com alegria nesta casa que abre portas a um número infindável de propostas e a um riquíssimo acervo documental que esmeramos em manter sempre atualizado.

No âmbito dos principais serviços que a Biblioteca Municipal de Ílhavo oferece, destacamos desta vez o Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares e a coordenação de Rede de Biblioteca de Ílhavo Municipal de Ílhavo. Este foi um “namoro” que iniciou em dezembro de 2007 e se materializou com a assinatura do Protocolo a 30 de abril de 2009.  A partir de então, por proposta da Rede de Bibliotecas Escolares, os três Agrupamentos de Escolas, o Centro de Formação de Associação de Escolas dos Concelhos de Ílhavo, Vagos e Oliveira do Bairro e a Biblioteca Municipal arregaçaram mangas e deram início a uma história em rede, a RBI que se sucede num trabalho profícuo, reunindo mensalmente e do qual nasceu um projeto comum o PPLL, Programa de Promoção do Livro e da Leitura. Este é o documento que sob o lema «Tudo é de… e para todos!!» integra diferentes atividades desenvolvidas num trabalho colaborativo, com partilha de recursos indiferenciados e com um impacto muito positivo para a Comunidade Educativa que, todos os anos, é revisto e aprovado por todos os membros da RBI, em sede de Assembleia Geral de Cooperantes que conta com alguns professores bibliotecários a equipa da Biblioteca Municipal, o Centro de Formação e o representante da Rede de Bibliotecas Escolares.

Assim e enunciando as mais pertinentes, para protagonistas do pré-escolar ao 1.º CEB são servidos «Menus de Histórias» no «Vamos à BMI», numa visita à Casa dos Livros, que revela o cenário e os atores desta narração, num momento mágico de descoberta de histórias relacionadas com o tema, diferente a cada ano que passa. Com esta atividade, as turmas que visitam a Biblioteca ficam a conhecer o seu espaço, incluindo a Sala de Restauro, o «Hospital dos Livros», e, ainda, desenvolvem a sua criatividade num atelier de expressões, sempre associado à história contada.

Do pré-escolar ao Ensino Secundário, os protagonistas são desafiados anualmente a serem criativos e a expressarem a sua leitura de «À Descoberta de...», um autor que muda a cada ano e que, posteriormente, pode ser visitada na BMI, palco principal de histórias, no mês março, na Semana da Leitura. Nesta atividade, são exploradas as obras do autor escolhido, e é pesquisada e conhecida a sua vida, em sala de aula com os professores e educadores. Depois, partindo de uma ou mais obras, a turma desenvolve um trabalho plástico e/ou literário, para integrar a exposição que decorre na BMI, onde juntam as obras artísticas de todos os criadores.

Mas os desafios não têm fim e a RBI continua a estimular a criatividade convidando todos os protagonistas do pré-escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico, a deixarem-se levar «Nas Asas do Dragão», no «A Biblioteca Municipal vai à Biblioteca Escolar…» e aí se manifestarem criativamente através de materiais reutilizáveis. Em todas as BE é contada uma história, de acordo com o tema, uma história por cada ano escolar, do pré-escolar ao 4.º ano e os alunos são desafiados a inspirarem-se na história ouvida e no tema para desenvolverem uma criação, em grupo ou individualmente, em sala de aula ou em família, para integrar na exposição que se exibe mais tarde na Biblioteca Municipal. No final o vencedor do desafio, o mais votado durante a exposição, recebe um prémio para enriquecer o fundo da sua BE.

E a magia continua na RBI:

- com todos os protagonistas, desde o pré-escolar ao ensino secundário, com ciência e muita imaginação associando as histórias a atividades experimentais no «Newton Gostava de Ler», em contexto escolar ou na Biblioteca Municipal;

- com os «Workshops Maker na Escrita», que estimulam a criação de histórias, recorrendo à utilização de objetos 3D, para os heróis do 3.º ciclo e Ensino Secundário, na Biblioteca Municipal, aliando-se a escrita à criatividade no nosso espaço Maker (o 1.º em Portugal, em bibliotecas públicas).

- com os concursos municipais, porque somos todos vencedores e, quando nos envolvemos em duelos, entre a escrita e a leitura, promovem-se talentos escondidos, através do «Concurso Literário Jovem»  que se destina a todos os alunos das escolas do Município de Ílhavo e tem como principal objetivo criar e consolidar hábitos de escrita e do concurso de leitura concelhio, «Ílhavo a Ler+» que integra as duas fases do Concurso Nacional de Leitura, a fase escola e a municipal. Os finalistas do Ílhavo a Ler+ passam à fase Intermunicipal da Região de Aveiro e, depois desta, à fase Nacional.

- com o programa semanal «Ao Som das Histórias» a partir do qual se gravam leituras desde o dia 5 de outubro de 2011, programa já Premiado em 2016 com o Prémio de Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais, que consiste na gravação de leituras por alunos dos 4.º anos e muitos convidados ilustres que se transformam em verdadeiros locutores das ondas da rádio local, Rádio Terranova, contribuindo para a construção de memórias que eternizam este mundo mágico das histórias, numa parceria feita entre a BMI e a Rádio TN, a rádio local. Este é um programa que se destina a todos os interessados pelo mundo das histórias, ficando depois disponível o podcast associado ao respetivo registo bibliográfico, bem como no nosso catálogo as 582 histórias já lidas.

- com as Leituras Orientadas… porque todas as viagens devem ser orientadas pela leitura e, por conseguinte, a Biblioteca e os três AE levam o PNL à escola aproximadamente 100 títulos, recomendados pelo Plano Nacional de Leitura, cada um com 12 exemplares, desafiando os aprendizes do 1.º Ciclo do ensino básico e respetivos docentes a trabalhar em sala de aula com a sua turma.

- com o projeto Baú de Histórias, peças valiosas do saber e da imaginação, a Biblioteca organiza baús que  recheia com pequenos tesouros e viaja com eles até às escolas com pré-escolar e 1.º CEB, sem BE, colocando à sua disposição pérolas do mundo encantado, realizando uma hora do conto em cada turma, individualmente, fazendo saltar de cada baú um desafio diferente, quer na entrega, quer na recolha do mesmo. Durante a estadia do baú na escola, todas as crianças podem disfrutar do empréstimo domiciliário, sob orientação do docente, para que em família e no aconchego do seu lar, possam vivenciar o prazer de ler, desenvolvendo a leitura e o imaginário.

E com pozinhos de perlimpimpim, esta história nunca chega ao fim! Para além destes projetos, a RBI ainda desafia a sua comunidade para visitas às exposições patentes quer na BMI, quer nas Bibliotecas Escolares, promove oficinas de ilustração, oficinas de escrita criativa, feiras do livro, conferências, colóquios, sessões de poesia, encontros com escritores e ilustradores e várias Ações de Formação e Sensibilização que têm sobretudo como mote a promoção do livro.

E porque somos um lugar de estímulos constantes à comunidade, potenciamos outros momentos de criatividade e conhecimento, fazendo o desfecho de cada ano letivo com um desafio especial, as Bibliotecas em Rede ou com as Jornadas RBI, promovendo desta forma partilhas de experiências mais ricas e diferenciadas, em ambiente de festa e magia contagiante. Esta metodologia de trabalho colaborativo conta com a presença e participação regular e decisiva da Rede de Bibliotecas Escolares.

Todo este trabalho só é possível porque trabalhamos em equipa, num trabalho colaborativo e numa verdadeira rede de partilhas e porque continuamos a acreditar que o caminho se faz com todos e que querer fazer faz toda a diferença!

Sintam-se todos convidados a conhecer o nosso caminho e/ou a participar nos nossos projetos!

lisete.png

 

 

 

 

Lisete Cipriano
Técnica Superior de Biblioteca e Documentação
Chefe de Divisão da Cultura
Biblioteca Municipal de Ílhavo

_____________________________________________________________________________________________________________________