Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue RBE

Sex | 04.02.22

A importância da Informação e dos Media na vida quotidiana

Literacia da informação e dos media, uma emergência educativa

2022-02-04.png

Para se compreender a verdadeira importância da promoção da Literacia da Informação e dos Media, abordam-se algumas das questões de atualidade abrangidas por estas competências, designadamente o que acontece no mundo do jornalismo e no que respeita a oportunidades e a ameaças decorrentes da vida online e offline.

 

Retirar sentido das notícias, apesar do ruído

Para providenciarem à sociedade acesso à informação, os profissionais dos media têm regras claras e rigorosas, que facilitam as sociedades democráticas, a paz e o desenvolvimento sustentável. Essas regras são essenciais, uma vez que as pessoas dependem muito das notícias para formarem opiniões e tomarem decisões: de algum modo, orientam as suas vidas a partir do que leem, ouvem, ou veem nos media.

Torna-se assim fundamental questionar as mensagens das notícias:

- Quais são os critérios que sustentam este conteúdo que surge como notícia? Trata-se de informação realmente verificável ou de uma análise informada, que surge com interesse público?

- A notícia fornece vários pontos de vista, assegurando simultaneamente que conteúdos enganadores não são tratados do mesmo modo que informação proveniente de fontes autorizadas e credíveis?

- Que emoções é que a notícia desperta? Porquê?

- É possível reconhecer as notícias profissionais em toda a sua diversidade, diferenciando-as de outros tipos de conteúdos?

- Quem são as fontes citadas nas notícias - incluem as vozes das mulheres, das crianças, dos pobres, das populações rurais, etc.?

- Qual é o contributo para as notícias de conteúdos gerados pelos utilizadores e pelo jornalismo "cidadão"?

Espera-se que os meios noticiosos fomentem o debate público e desempenhem um papel de empoderamento dos indivíduos, para que estes possam exercer a sua liberdade de expressão. Como se explicam as insuficiências que se verificam na prática?

 

Oportunidades online versus desafios offline

A comunicação digital oferece enormes oportunidades para as pessoas enriquecerem e melhorarem as suas vidas e para a sociedade em geral, mas este acesso também comporta riscos.

Hoje em dia, muitas crianças crescem online, sendo especialmente vulneráveis, visto que experienciam o processo de encontrar o sentido de quem são, de tomar consciência dos modos de estar que não são éticos e de explorar o que o mundo significa para elas.

Ao mesmo tempo, as gerações mais velhas podem ser deixadas para trás quando se trata de assegurar que as oportunidades e os riscos são plenamente compreendidos e geridos.

As competências em informação e media capacitam as pessoas de todas as idades para maximizar os benefícios enquanto navegam nos potenciais riscos, envolvendo-se, com consciência, em atividades online.

Assim a Literacia da Informação e dos Media pode ajudar a:

- Estimular o autoaperfeiçoamento e encorajar as pessoas a aprenderem sobre o seu país e o mundo em geral, através de melhores competências de comunicação;

- Desenvolver os conhecimentos dos utilizadores sobre benefícios e riscos que acompanham o uso da Internet;

- Explicar aos utilizadores as questões de privacidade e segurança online e a forma como as podem defender;

- Reforçar as capacidades de autoproteção;

- Permitir que as pessoas utilizem a Internet com maior compreensão do ambiente e das empresas que lhe serve de base, bem como com uma maior sensibilização relativamente aos direitos próprios e preocupação com os direitos dos outros.

2022-02-04-2.png

O quadro estratégico da Rede de Bibliotecas Escolares, no seu Eixo Saberes, evidencia a necessidade de “Assegurar abordagens integradas das literacias da informação, dos media e digital, perseguindo o desenvolvimento do pensamento crítico, das capacidades de resolução de problemas e de comunicação e do uso ético, eficaz e criativo da informação, media e tecnologia.”[1]

Assim, as bibliotecas escolares contribuem claramente para acautelar especificamente as duas questões aqui evidenciadas, desenvolvendo programas de literacias, os seja atividades, estruturadas e regulares no domínio da informação e dos media. Para isso, contam com um referencial (Aprender com a Biblioteca Escolar) que define os conhecimentos e capacidades, atitudes e valores que é necessário desenvolver. Têm igualmente à sua disposição múltiplas sugestões de trabalho (Aprender com a Biblioteca Escolar: atividades e recursos), várias especificamente respeitantes a conteúdos noticiosos e à segurança na internet, aspetos da Literacia da Informação e dos Media abordados neste artigo.

Este artigo foi adaptado de: Media and Information Literacy: The time to act is now! [2]

 

Referências

1. Portugal. Rede de Bibliotecas Escolares (2021). Bibliotecas Escolares: presentes para o futuro. Programa Rede de Bibliotecas Escolares: Quadro estratégico: 2021-2027. https://rbe.mec.pt/np4/file/890/qe__21.27.pdf

2. UNESCO (2021). Media and Information Literacy: The time to act is now! https://en.unesco.org/sites/default/files/mil_curriculum_second_edition_summary_en.pdf

3. Fonte da imagem: UNESCO (2021). Media and Information Literacy: The time to act is now! https://en.unesco.org/sites/default/files/mil_curriculum_second_edition_summary_en.pdf

 

_____________________________________________________________________________________________________________________