Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]













Imagem: Público




Um artigo do Público que alerta para a relação direta entre iliteracia e vulnerabilidade informáticas:


A iliteracia informática é uma das principais causas das vulnerabilidades informáticas. Quem o diz é João Beato, country manager da Symantec Portugal, uma empresa que vende software de segurança.

A cada ano cada vez mais pessoas se servem, quotidianamente, de pequenos computadores de bolso, como tablets e smartphones, e Portugal não foge a esta regra.
A consultora IDC estima que até 2014 existam em todo o mundo mais de 10 mil milhões de dispositivos móveis com acesso à Internet.

Sendo mais portáteis, estes objectos ficam igualmente mais vulneráveis a roubos e intrusões (por comparação com os convencionais PC e mesmo com os portáteis). Por isso, João Beato alerta para a necessidade de as pessoas terem, cada vez mais, uma “educação informática”.
“[É preciso] actualizar o software – sistemas operativos, browsers e outros –, alterar frequentemente as palavras-passe, ter as últimas actualização do sistema e, principalmente, utilizar um bom programa anti-malware (sofware malicioso) adaptado à plataforma em uso – seja PC, Apple, smartphone ou tablet. Estas são as recomendações mínimas para garantir que o utilizador está devidamente protegido”, explicou João Beato em declarações ao PÚBLICO. (...)


Ler mais no Público, 28 dez. >>


Etiquetas:



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor