Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




2021-03-22 EH2021 - FB Event_Partner_1.png

Fonte da imagem: https://cutt.ly/pxksHm6

A Hora do Planeta é uma iniciativa global em que, através de uma ação simbólica - apagar as luzes a uma mesma hora – os cidadãos manifestam, perante si próprios e os líderes mundiais, a sua preocupação e compromisso pela defesa do planeta.

Organizada pela World Wide Fund for Nature/ Fundo Mundial para a Natureza (WWF), surgiu pela primeira vez em 2007 em Sydney (Austrália) e decorre todos os anos no final de março, devido à proximidade entre o equinócio da primavera 1, no Hemisfério Norte e o equinócio de outono, no Hemisfério Sul. A aproximação de equinócios nesta data permite que o final do dia tenha a mesma duração, 12 horas, e aconteça em momentos próximos nos dois hemisférios, provocando um efeito visual maior - em latim equinócio significa noite (nox) igual (aequus).

Em 2021 a WWF elegeu como tema da sua ação Água e Alterações Climáticas e pede a todos para sábado, 27 de março, apagarem a luz durante uma hora para mostrarem o seu compromisso com o planeta. Em Portugal a hora do apagão é entre as 20:30 e as 21:30 horas.

No contexto da pandemia Covid-19 a organização solicita que, por razões de segurança, durante a hora assinalada as ações decorram em ambiente digital. Para o efeito, propõe um conjunto de 20 ações 2 inspiradoras que aprofundam conhecimentos e reforçam pertença à comunidade ambientalista. Exemplos destas ações:

- Desligar luzes não essenciais durante uma hora, ADN da iniciativa;

- Fazer uma refeição às escuras ingerindo alimentos saudáveis para pessoas e planeta;

- Fazer uma sessão de leitura – conversa de roda em família, tertúlia ou discussão digital (literária, científica, poética – 21 de março é Dia da Poesia 3 …) com amigos e convidados - à luz das velas.

 

2021-03-22 EH 2021 English Global Print Ad Landsca

Fonte da imagem: https://cutt.ly/pxks0di

A organização sugere a utilização de recursos:

          - O documentário Our Planet 4 produzido com o WWF e Silverback Films, narrado pelo naturalista britânico David Attenborough, acerca da vida selvagem, da beleza da Terra e da ameaça que a crise climática representa para a sobrevivência das espécies, incluindo o homem. Nosso Planeta: Nosso Negócio - e O que é biodiversidade?  - faz parte desta série em 8 episódios.  que vem acompanhada de recursos para escolas e jovens 5 (guiões, livros, questionários, quizes…)

          - O Festival de Cinema Ambiental na Capital da Nação 6, cuja seleção de filmes está disponível por tempo limitado.

          - Saiba mais sobre as questões: Perda da natureza e biodiversidade (e.g. Porque a destruição da natureza aumenta o risco de pandemias?), Mudanças climáticas (e.g. Porque as mudanças climáticas impulsionam ainda mais a perda da natureza e da biodiversidade?), As soluções e como posso ajudar (e.g. Como posso reduzir a minha pegada de carbono?), O que posso eu fazer [para ter uma vida mais sustentável]?

Também pode gostar de consultar as curtas metragens premiadas do Mobile Film Festival 2019 da ONU (#ActNow​ on climate change): Wallet 7Scream 8Aquametragem 9Declaração 10 ou as histórias da rádio ZigZag, cantadas, como A menina do mar 11 ou ditas, como O rio em perigo pela voz das crianças ou a rubrica desta rádio Um minuto de ciência por dia (e.g. Porque é que a água é H2O? 12) ou pode ainda preferir visitar digitalmente locais como Aqueduto das Águas Livres 13Reservatório da Mãe de Água 14 Etar de Évora 15.

          - Petição sonora pelo planeta, juntando a sua voz às pessoas de todo o mundo, exigindo a tomada urgente e eficaz de decisões em prol da redução de emissões de dióxido de carbono;

          - Concurso de cartazes para sensibilizar à participação na Hora do Planeta – pode ganhar camisola da iniciativa e dinheiro;

          - Jogar Heads Up! 16, jogos de tabuleiro, criar o próprio jogo de cartas com perguntas ou elementos da biodiversidade para representar graficamente, criar um minigolfe com objetos de uso doméstico, praticar ioga (14 poses com nomes de animais17);

          - Desafios artísticos: fotografia noturna com pouca luz ou à luz das velas ou pintura com luz (guia 18), silhuetas, pintura com tinta néon que brilha no escuro, desfile de moda ecológico e inclusivo.

Porque 22 de março é Dia Mundial da Água O Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva promove A última gota 19 que inclui um Ciclo de Conversas com especialistas sobre o tema transmitido em direto no YouTube, bem como recursos divertidos e acessíveis a todos os níveis de ensino.  

Neste contexto o bgreen // ecological film festival 20 da escola profissional do INA promove um concurso de vídeos sobre questões ambientais dirigido a estudantes do ensino básico e secundário de qualquer parte do mundo.  

Sobre a crise climática há dois autores que pode querer ler: Paul Crutzen, químico especialista em meteorologia, vencedor do Prémio Nobel que, com o biólogo Eugene Stoermer, cunhou o termo Antropoceno (2020) e Bill Gates que recentemente publicou o livro Como evitar um desastre climático (último capítulo disponível no artigo do jornal Público Bill Gates: “O que cada um de nós pode fazer “para evitar o desastre climático).

Antropoceno, a era dos humanos, é marcada pelo aquecimento global, poluição atmosférica, contaminação da água e acidificação dos oceanos e extinção de espécies de seres vivos, numa escala sem precedentes que agravará as desigualdades sociais e colocará em perigo a sobrevivência do ser humano na Terra.

Bill Gates considera que, comparando com o problema da pandemia Covid-19, “O clima é muito mais difícil [de resolver] por causa da escala. Precisamos de construir fábricas de vacinas para vacinar o mundo, mas, para o problema do clima, temos de reconstruir todas as fábricas de aço, todas as fábricas de gás e de carvão, de cimento”, de criar toda uma infra-estrutura de produção e consumo verde em todos os países. Para “evitar um desastre climático” são precisas políticas criativas com uma visão de longo prazo que ponha empresas, cientistas e governos a trabalhar juntos; inovação tecnológica (e.g. captação direta de CO2, carros elétricos, combustível ecológico para aviação, carne artificial); alteração de setores económicos, como o da eletricidade que terá que ser planeado em muito maior escala e das energias alternativas; mudança da política fiscal (a produção de CO2 deverá ser taxada); nos países ricos consumir menos, inclusive carne; ter cadeias de fornecimento mais curtas. Quem tem que liderar o processo de transformação verde são os países ricos e não “os mais pobres que nada fizeram para criar o problema” e que são os mais afetados. “O número de pessoas com conhecimento no mundo, a capacidade dos cientistas para trabalharem em conjunto e o sentido de que os jovens querem um compromisso moral para algo maior do que o seu sucesso individual” são razões que permitem ao bilionário e filantropo norte-americano ser otimista (Bill Gates em entrevista: “Mudar o nível de vida dos países ricos não resolve as alterações climáticas” do Público).

Tendo por base a Estratégia Nacional de Educação Ambiental 21 cabe ao professor bibliotecário abordar o currículo com uma consciência ecológica baseada numa relação de proximidade e interdependência entre os seres humanos, as outras espécies e a Terra.

Além da divulgação dos recursos atrás elencados, a Rede de Bibliotecas Escolares associa-se ainda à ação A Hora do Planeta, propondo a atividade A hora do planeta: todas as horas contam, cuja planificação foi elaborada de acordo com as orientações do referencial Aprender com a biblioteca escolar.

 

Referências

1. 7 Graus. (s.d.). Calendarr: Equinócio de Primavera. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.calendarr.com/portugal/equinocio-da-primavera/ [acedido em 19 de março de 2021].

2. World Wide Fund for Nature. (2021). Hora da Terra: Blogue e Notícias. Suiça: Autor. Disponível em: https://cutt.ly/Az6C4k5

3. 7 Graus. (s.d.). Calendarr: Dia da Poesia. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-da-poesia/

4. Alastair Fothergill, A.; Scholey, K.; Butfield, C. (prod.) Attenborough, D. (nar.). (2019). Our Planet. Reino Unido: Netflix. Disponível em: https://www.netflix.com/pt/title/80049832

5. World Wide Fund for Nature. Netflix. (2019). Our Planet: Schools And Young People. UK: Autor. Disponível em: https://www.ourplanet.com/en/schools-and-youth/

6. Green Film Network. (2021). Environmental Film Festival in the Nation’s Capital. Washington, D.C.: Autor. Disponível em: https://dceff.org/2020online/

7. Mobile Film Festival: Wallet 7 https://www.youtube.com/watch?v=TFr_TcTZ5WI

8. Legout, G. Mobile Film Festival: Scream. Ftança: https://www.youtube.com/watch?v=hHprVYZrxJU

9. Lobo, M. (2019). Mobile Film Festival: Aquametragem. Lisboa: Agência de Energia e Ambiente de Lisboa; EGEAC. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5P6IA7hcUuQ

10. Murad, D. (2019). Mobile Film Festival: Déclaration. Brazil: Estúdio Lingus. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zZKHazxRyZM

11. Rádio ZigZag, (2017). Conta-nos uma história: A menina do mar.l.: Autor. Disponível em: https://www.rtp.pt/play/zigzag/p3935/e315909/conta-nos-uma-historia

12. Rádio ZigZag. (2019). Um Minuto de Ciência por dia não sabes o bem que te fazia: Porque é que a água é H2O? S.l.: Autor. Disponível em: https://www.rtp.pt/play/zigzag/p2739/e403973/1-minuto-de-ciencia-por-dia-nao-sabes-o-bem-que-te-fazia

13. Aqueduto das Águas Livres. Lisboa. Disponível em: https://roundme.com/tour/576333/view/1884839/

14. Reservatório da Mãe de Água das Amoreiras – Jardim Amoreiras. Lisboa (Portugal). Disponível em: https://roundme.com/tour/578262/view/1884862/

15. EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres, S.A. (2021). Educação Ambiental: Visita guiada à ETAR de Évora. Évora: Autor. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zARiViyZd_4

16. WikiHow. (2020). Como jogar o Heads Up! S.l.: Autor. Disponível em: https://www.wikihow.com/Play-Heads-Up

17. Crawford, B. (s.d.). 14 poses de ioga com nomes de animais. S.l.: Love to Kow. Disponível em: https://yoga.lovetoknow.com/Yoga_Poses_with_Animal_Names

18. Canon. (s.d.). Fotografia light painting. S.l.: Autor. Disponível em: https://www.canon-europe.com/get-inspired/tips-and-techniques/light-painting-photography/

19. O Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva. (2021). A última gota. Lisboa: Autor. Disponível em: https://www.pavconhecimento.pt/a-ultima-gota/

20. INA. (2021). bgreen // ecological film festival. Santo Tirso: Autor. Disponível em: http://www.bgreenfestival.com/como-posso-participar/

21. Agência Portuguesa do Ambiente. (2017). Estratégia Nacional de Educação Ambiental. S.l.: Autor. Disponível em: https://enea.apambiente.pt/



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogue RBE em revista

Clique aqui para subscrever


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor