Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



net_via.PNG

As inscrições decorrem até dia 21 de março, sendo que a submissão dos trabalhos é até dia 30 de abril.

 

Navega em boas marés!

 

 

A DECO, com o apoio do Google Portugal, promove a atividade NET Viva e Segura (2ª Edição), uma iniciativa nacional que convida a comunidade educativa a produzir vídeos que demonstrem a importância de participar nas redes sociais em segurança e com respeito pela privacidade, em três categorias: partilha com cuidado, ligações seguras e a cortesia não é uma fantasia.

 

  • Partilha com cuidado

Realização de vídeos de sensibilização sobre a privacidade e a partilha nas redes sociais. Poderão abordar a importância da privacidade, os cuidados a ter com a informação que partilham, a existência de perfis falsos ou a importância de proteger os dispositivos e os seus dados. Os jovens poderão recorrer aos separadores Partilha e Privacidade no site  www.deco.proteste.pt/netvivaesegura

 

  • Ligações seguras

Realização de vídeos de sensibilização para uma utilização mais segura da Internet: como proteger as contas, o router, saber escolher a melhor palavra-passe e alterá-la em caso de roubo e os cuidados a ter com as fraudes. Os jovens poderão recorrer aos separadores Ligação Segura e Fraude no site  www.deco.proteste.pt/netvivaesegura.

 

  • A cortesia não é uma fantasia

Realização de vídeos de sensibilização sobre a importância da cortesia na internet, e do impacto que têm as interações digitais no outro, podendo abordar temas como o cyberbullying. Nesta categoria incluem-se também os conselhos sobre quando e como pedir ajuda. Os jovens poderão recorrer aos separadores Cortesia e Ajuda no site  www.deco.proteste.pt/netvivaesegura.

 

Seguir o projeto no Facebook 

 

 

 

 

LOGO_RBE_LER.png

 

 

Por ocasião da passagem do Dia das Bibliotecas Escolares é com muito orgulho que a LER se associa à RBE e ao seu esforço e dedicação na área do incentivo à leitura — mas também na do gosto pelos livros, pelos autores e pela “magia das coisas que vêm nos livros”.

 

Assim, periodicamente, os leitores e parceiros da RBE poderão ler, na sua rede, textos publicados na revista LER, antigos e atuais. O objetivo é criar uma nova rede de partilha e de conhecimento centrada no livro e na leitura de livros — publicando textos de entrevistas com escritores, ensaios, artigos de opinião e, futuramente, notícias que interessam à grande comunidade de leitores da RBE.

 

Coisas destas não são difíceis; basta haver interesse e dedicação, gosto e simplicidade de meios. Um livro não é uma coisa complicada — é apenas o centro do nosso mundo.

 

Francisco José Viegas

mavotos.jpeg

Margarida, Eduardo e Eduarda, os três apresentadores, vindos de Escariz,

Arouca,com as capas dos livros vencedores

 

(Notícia publicada originalmente na Visão Júnior.)

 

«O Tubarão na Banheira», «Harry Potter e a Pedra Filosofal» e «A Culpa é das Estrelas» foram os grandes vencedores eleitorais de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?»

 

Já são conhecidos os vencedores da iniciativa «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?». A terceira parte da grande festa na Feira do Livro de Lisboa terminou às 7 da tarde.

 

Os alunos do 1.º ciclo elegeram o «O Tubarão na Banheira», de David Machado, como o livro mais fixe, com 7,9% dos votos; em segundo lugar ficou «O Bando das Cavernas - Na maior há 10 mil anos», de Nuno Caravela (7,8% dos votos); e «O Principezinho» de Antoine de Saint-Exupéry, foi o terceiro candidato eleito (7,8% dos votos), acabando assim destronado do 1º lugar conseguido na votação de 2017.

No 2.º ciclo, dois autores britânicos que já o ano passado tinham alcançado o pódio voltaram a ganhar: «Harry Potter e a Pedra Filosofal», de J. K. Rowling, é o vencedor, com 13,8% dos votos; e «Avozinha Gângster», do autor e também comediante David Walliams é o outro, tendo alcançado o segundo lugar com 11,1% dos votos. «A Fada Oriana», de Sophia de Mello Breyner Andresen, ficou em 3.º lugar, com 5,8% dos votos dos meninos do 5º e 6º ano.

 

No 3º ciclo, foram as obras inspiradas em histórias reais que conseguiram mais votos. A «Culpa é das Estrelas», de John Green, ficou em primeiro lugar, com 10,9% dos votos. Em segundo e terceiro lugares, ficaram colocados os candidatos «Avozinha Gângster», de David Walliams - com 9,4 % dos votos - e «O Rapaz do Pijama às Riscas» de John Boyne, com 9,2% dos votos.

 

Eis as percentagens de votos de todos os livros que se apresentaram a estas eleições, por ciclo

 

1.º CICLO

3.º CICLO

 

 

2.º CICLO

 

Este ano votaram 59 663 alunos; destes, 4943 votos foram nulos e 244 foram em branco.

Em comparação com o ano passado votaram mais miúdos e miúdas, principalmente no 1º ciclo. No segundo e terceiro ciclo o número de votos foi menor, como podes ver no gráfico em baixo:

A festa contou com a participação de 19 escolas de todo o país e perto de 500 alunos. Assistiram a secretária de Estado adjunta da Educação, Alexandra Leitão; Isabel Alçada, escritora e ex-ministra da Educação, e Maria Emília Brederode dos Santos, membro do Conselho Nacional de Educação.

 

Referência: «Miúdos a Votos»: já são conhecidos os vencedores!. (2018). Jornal visao. Retrieved 1 June 2018, from http://visao.sapo.pt/visaojunior/2018-05-30-Miudos-a-Votos-ja-sao-conhecidos-os-vencedores

 
 
Conteúdo relacionado:

mv.JPG

 Ler na fonte: DN |

 

Quase 60 mil alunos e cerca de 600 escolas participaram nesta campanha

 

O Tubarão na BanheiraHarry Potter e a Pedra Filosofal e Culpa é das Estrelas foram os vencedores a segunda edição da iniciativa "Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?", que foram hoje divulgados na feira do Livro de Lisboa.

 

O objetivo desta iniciativa é eleger os livros preferidos dos alunos do ensino básico.

 

Os alunos do 1.º ciclo do ensino básico elegeram o O Tubarão na Banheira, de David Machado, como o livro mais fixe, com 7,9% dos votos; em segundo lugar ficou O Bando das Cavernas - Na maior há 10 mil anos, de Nuno Caravela (7,8% dos votos). O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry, foi o terceiro candidato eleito (7,8% dos votos).

 

Já no 2.º ciclo, dois autores britânicos que já o ano passado tinham alcançado o pódio voltaram a ganhar: Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling, é o vencedor, com 13,8% dos votos; e Avozinha Gângster, do autor e também comediante David Walliams é o outro, tendo alcançado o segundo lugar com 11,1% dos votos.

 

A Fada Oriana, de Sophia de Mello Breyner Andresen, ficou em 3.º lugar, com 5,8% dos votos das crianças do 5.º e 6.º ano.

 

No 3.º ciclo do ensino básico, foram as obras inspiradas em histórias reais que conseguiram mais votos. A Culpa é das Estrelas, de John Green, ficou em primeiro lugar, com 10,9% dos votos. Em segundo e terceiro lugares, ficaram colocados os candidatos Avozinha Gângster, de David Walliams, com 9,4 % dos votos, e O Rapaz do Pijama às Riscas, de John Boyne, com 9,2% dos votos.

 

Esta é uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares e da Visão Júnior, em parceria com a Pordata, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), a Rádio Miúdos, o Plano Nacional de Leitura e a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros.

 

A cerimónia de revelação dos "livros mais fixes" decorreu hoje e contou com a presença da secretária de estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão.

 

A campanha, na qual participaram quase 60 mil alunos e cerca de 600 escolas, favorece o gosto pela leitura e uma cultura de cidadania e participação ativa, através da sensibilização para a importância do voto, desde as idades mais precoces.

 

Livros - Quais são os livros favoritos dos miúdos? Alunos do ensino básico elegeram os preferidos

Referência: Livros - Quais são os livros favoritos dos miúdos? Alunos do ensino básico elegeram os preferidos. (2018). DN. Retrieved 31 May 2018, from https://www.dn.pt/artes/interior/alunos-do-ensino-basico-elegem-livros-favoritos-9395959.html

 

 

Conteúdo relacionado:

 

mv.png

 

Hoje, quarta feira, dia 30, a partir das 4 da tarde, começa a festa final desta iniciativa. Vindos de vários pontos do país, alunos de cerca de 20 escolas vêm mostrar o que fizeram para que o seu livro favorito chegasse a vencedor. O projeto cruzou cidadania e leitura e pôs os estudantes a usar as mesmas ferramentas das campanhas eleitorais a sério.

 

Por isso, vai ser um ambiente de campanha eleitoral que se vai viver no dia 30, na Feira do Livro de Lisboa: grupos de crianças e jovens vão andar pelos stands a manifestar-se pelos seus livros preferidos, munidos de cartazes e propaganda eleitoral.

 

Nos palcos da Praça Verde e Amarela, apresentar-se-ão pequenas peças de teatro, dramatizações, músicas e até a um telejornal pré-histórico, inspirados nos livros. Na Praça da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a Rádio Renascença vai transmitir em direto, a partir das 4 da tarde, uma mesa redonda com estudantes que participaram na iniciativa.

 

Às 18h15, as atenções vão-se concentrar nesta mesma praça, com uma cerimónia apresentada por alunos vindos da Escola Secundária de Escariz, concelho de Arouca, e com a participação de estudantes de várias outras escolas.

 

Vão estar presentes muitos alunos e professores de várias zonas do país, bem como repesentantes dos parceiros desta iniciativa da RBE e da Visão Júnior: a Pordata, a Comissão Nacional de Eleições, a Rádio Miúdos, a APEL e o PNL 2027.

A festa está aberta ao público em geral.

 

Ouça a Rádio Renascença, entre as 16h00 e as 17h00 e siga em direto através das páginas do Facebook da RBE e da Visão Júnior.


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor