Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DPedro.png

 Clicar para ver o vídeo |

 

Na Escola Básica 2,3 D. Pedro I, em Alcobaça, um grupo de alunos apela ao voto no livro «Cherub: O Recruta»

 

Conteúdo relacionado:

 

Saiba mais sobre o Miúdos a Votos no Twitter, no Facebook, na Visão Júnior, na Rádio Miúdos e no sítio web da Comissão Nacional de Eleições.

CNE.png

CNE |

 

Os alunos entre o 1.º e o 9.º anos de escolaridade votam nos livros que mais gostaram de ler até hoje.

O processo é semelhante ao de umas eleições políticas, promovendo simultaneamente a leitura e a cidadania.

 

A Comissão Nacional de Eleições, parceira desta iniciativa, esclarece as questões e curiosidades que forem surgindo entre alunos e professores sobre os processos eleitorais, através do endereço miudosavotos@cne.pt, publicando as respostas em http://www.cne.pt/content/miudos-votos. Nesta ligação pode, desde já, consultar as respostas às perguntas frequentes.

 

Conteúdo relacionado:

 

A diretora da Visão Júnior, Cláudia Lobo e Isabel Mendinhos, da Rede de Bibliotecas Escolares falam à Rádio Miúdos sobre a iniciativa MiÚDOS A VOTOS.

radio.png

 

O som dos livros.jpg

 

 

“O Som dos Livros”, é um novo projeto da Rede de Bibliotecas de Tondela, que em parceria com a Rádio Emissora das Beiras, promove semanalmente a leitura e procura incrementar o gosto pelos livros.

 

Através das ondas da Rádio, as histórias vão para o ar todas as quartas-feiras, pouco depois das 9 horas da manhã, com repetição aos sábados, entre as 12 e as 13 horas.

 

Ouvir as histórias.

 

O livro Era Uma Vez Uma Raiva veio de São Paulo. Por isso pediu-se a duas crianças brasileiras que lhe emprestassem a voz e o sotaque para mais um Livros para Escutar. Os irmãos Maria Clara Amaral, de nove anos, e Enzo Amaral, de 13, leram o livro de Blandina Franco e José Carlos Lollo.

 

Já se tinha escrito sobre ele no Letra pequena e na página Crianças da edição do Público de 14 de Janeiro.

 

Texto reproduzido da fonte com adaptações.

 

Conteúdo relacionado:

 

filme.png

 

| Lista de livros | 

 

Ler é para já!

É um programa dirigido a jovens e adultos com poucos hábitos de leitura.. Disponibilizam-se as listas de títulos Ler, é para já: lista de livros, outubro 2016

 

 

Veja também: Apresentação do projetoLer, é para já!

 

Conteúdo relacionado:

 

 

 

Conteúdo relacionado:

 

Este é um documentário da época que explica, de forma muito clara, todo o procedimento que havia que levar a cabo para se imprimir um livro em 1947.

 

Não é incrível o que se avançou nestes anos?

livros.jpg

| por José Carlos Fernandes | Observador|

 

Ella Berthoud e Susan Elderkin sugerem livros para tratar os mais variados padecimentos que afligem as nossas vidas, mas há legítimas suspeitas de que não possuem habilitações para passar receitas

 

Em O consolo da filosofia (publicado originalmente em 2000 e editado em Portugal pela D. Quixote), Alain de Botton recorreu a filósofos célebres para dar resposta a problemas prosaicos que podem afligir qualquer um: Sócrates para a falta de popularidade (um padecimento que se reveste de maior gravidade na era do Facebook do que na Grécia Clássica), Epicuro para a falta de dinheiro (assunto intemporal, com ou sem políticas de austeridade), Séneca para a frustração, Montaigne para a “inadequação” (a palavra inglesa “inadequacy” é de difícil tradução e pode ser entendida como a incapacidade para enfrentar situações ou a vida em geral), Schopenhauer para os desgostos amorosos ou Nietzsche para enfrentar dificuldades.

O livro está elaborado com sageza e humor e a filosofia não é abastardada por aproximar-se do comum dos mortais e dos seus comezinhos problemas e ao ser vertida em linguagem clara e acessível – o que não impediu que Botton fosse rotulado, pejorativamente, de “filósofo pop”, por ter retirado a filosofia da sua torre de marfim e da sua teia de elucubrações abstrusas e de lhe ter devolvido a sua função primordial de dar resposta às indagações fulcrais da existência: como viver uma vida boa e justa? Como encontrar nela um sentido? 

(...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

youtubers_livros.gif

por Nuno Costa Santos | Observador

 

Afirmaram-se na internet com muitos seguidores. E há os que, como Miguel Luz, agora editam livros. Nuno Costa Santos quis saber mais sobre este universo, para o entender e ser admirado pelos filhos.

 

Ao cheirar as novidades de uma livraria de um centro comercial lisboeta com nome de navegador genovês, percebi haver um livro novo em destaque: Curso Intensivo para Sobreviveres à Escola – Um guia completo da escola sob a visão de um puto moderadamente totó (Manuscrito, 2016). Topei ser da autoria de Miguel Luz, destacado youtuber (info extremamente esclarecedora para pessoas com mais de 40 anos: youtuber é alguém que faz vídeos para o Youtube. Obrigado). Eterno estudante, resolvi folheá-lo. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

 

Canais portugueses:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor