Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



quiz.png

Exercícios |

 

Conteúdo relacionado:

Acompanhe na íntegra a palestra da Profª Drª Leonor Santos, da Universidade de Lisboa, diretamente do campus de Santo André, em evento realizado pela UFABC [Universidade Federal ABC], pelo PEHCM (Programa de Pós-Graduação em Ensino e História das Ciências e da Matemática).

 

Conteúdo relacionado:

glossario.png

 

ReferênciaGlossário - PORVIR. (2019). PORVIR. Retrieved 11 July 2019, from http://porvir.org/glossario/

 

Já pensou em incentivar os seus alunos a criarem conteúdos em áudio, vídeo, foto e texto? Veja a lista de recursos gratuitos selecionados pelo Porvir

porvir.png

  • Mão na Massa. Saiba o que muda quando a aprendizagem passa pelas mãos a partir de experiências que o Porvir conheceu e prepare-se para imaginar, ligar, apertar, errar e construir

 

 

 

criatividade.png

Criatividade – mudar a educação, transformar o mundo, o novo livro digital do programa Escolas Transformadoras, apresenta a criatividade como um valor e uma habilidade essenciais para a formação de pessoas capazes de transformar a educação e a sociedade. 

 

Aqui, mais de 40 autores e autoras, entre estudantes, professores, gestores de escola, investigadores, profissionais do terceiro setor e professores universitários, abordam a criatividade como um dos valores transformadores essenciais para a superação de desafios na educação.

 

A publicação tem a sua origem no Encontro Nacional realizado pelo programa em agosto de 2018, no Instituto Brincante (Brasil). Naquela oportunidade, a coordenação do programa organizou vivências sobre criatividade com o intuito de fomentar os diálogos e trocas entre a sua rede. Uma dessas vivências foi um painel de cocriação que visava, justamente, assentar as bases para a edição deste livro.

 

Visualize na íntegra o painel de conversa sobre criatividade: 

 

Referência: Criatividade: mudar a educação, transformar o mundo. (2019). Escolas Transformadoras. Retrieved 15 June 2019, from https://escolastransformadoras.com.br/materiais/criatividade-educacao-mundo/

 

Conteúdo relacionado:

         – 5 maneiras de estimular a criatividade
         – Criatividade não é uma festa

rtp.png

Inspirado num passado glorioso, Camões busca a identidade de um povo nos Lusíadas. Quem somos, o que nos define, que missão temos na História? No épico texto, o poeta exalta os feitos sem ocultar defeitos. Com ele fazemos uma viagem coletiva de reflexão.

 

Foi muito depois da sua publicação, em 1572, que “Os Lusíadas” começaram a ser lidos e o poema ganhou estatuto incontestado de obra nacional. Através da epopeia de Vasco da Gama à Índia, Camões transporta-nos numa viagem coletiva de reencontro com um passado de glórias para inspirar um tempo futuro. A narrativa da aventura das descobertas, da abertura ao conhecimento, ao mundo e à modernidade, convida a uma meditação profunda sobre o espírito de um povo: heróis do mar ou marinheiros de naufrágios?

 

São algumas as questões que esta obra coloca sobre a identidade de Portugal, como refere Maria Vitalina Leal de Matos no vídeo que aqui mostramos. A professora catedrática, agora jubilada da Faculdade de Letras de Lisboa, onde lecionou Estudos Camonianos, começa por responder à pergunta lançada no título do artigo: “Porque razão é Camões um símbolo nacional?”

 

ReferênciaCamões é um símbolo nacional. Porquê?. (2019). Camões é um símbolo nacional. Porquê?. Retrieved 10 June 2019, from http://ensina.rtp.pt/artigo/camoes-e-um-simbolo-nacional-porque/

Conteúdo relacionado:

com Cristóbal Cobo Romani.

 

O currículo local: ponto de partida para novas aprendizagens? pelo professor António Camões Gouveia.

 

 

Evento con.Raízes. 2.ª edição. Dia 11 de maio de 2019. Conferência de abertura.

 

O con.Raízes é um projeto dos professores bibliotecários da Rede Interconcelhia de Alter do Chão, Castelo de Vide, Crato, Gavião, Nisa, Marvão e Ponte de Sor que visa promover o conhecimento, a partilha e a divulgação das diferentes manifestações culturais dos seus concelhos.

 

Esta segunda edição do encontro con.Raízes teve lugar no concelho do Crato, nos dias 10 e 11 de maio de 2019

 

 

Conteúdo relacionado:

 

Etiquetas:

mulheres-de-abril_0.jpg

A comemoração do 25 de abril, bem como do 1.º de maio, constitui uma oportunidade de desafiar as crianças e jovens à reflexão e discussão sobre os direitos humanos num Estado de Direito Democrático. Que direitos estão em risco ou só algumas pessoas beneficiam são questões sobre as quais importa discutir e tomar medidas; construir narrativas (testemunhos, entrevistas…) audiovisuais (Mp4, Instagram…), escritas, ou de outro tipo (peddy-paper…), com base na recolha de testemunhos de pessoas e de objetos do quotidiano ou de elementos do património, podem constituir experiências únicas desta revolução a guardar na memória e a suscitar a mudança no espaço público.

 

Assinalamos em Cidadania e Biblioteca Escolar – Pensar e Intervir a série de testemunhos da Revolução intitulada, Mulheres de abril, bem como um conjunto de atividades que pode seguir através da Hashtag #cidadania_rbe_pt, no Facebook e no Twitter.

 

Outra sugestão de leitura:

Negócios Estrangeiros N.º 19 – Especial Direitos Humanos

 

Notas de cidadania das escolas

imagem.png

A biblioteca visa contribuir para a construção de conhecimentos críticos e alargados, bem como para o enriquecimento de vivências pessoais com base nas quais se forma a sabedoria.

 

Educação intercultural – imaginar, criar, ler é uma proposta de atividade da Escola Poeta Joaquim Serra na área da cidadania que, ao cruzar universos de leitura, expressão e relação, amplia o significado do texto e a experiência do livro, tornando-a mais gratificante.

 

Gostaríamos que partilhassem connosco o que fazem na área da cidadania colaborando em Notas das EscolasCidadania e Biblioteca Escolar | Pensar e Intervir.


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor