Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



nee.png

 Fonte |

 

Esta coleção, produzida pelo Ministério da Educação do Brasil, tem a finalidade de contribuir para a formação dos professores, bem como promover o debate relacionado com a escola inclusiva.

 

Pode fazer o download gratuito de cada fascículo clicando no título abaixo:

Autoria e outros dados (tags, etc)

be.png

 por Hermínia de Fátima Morais Almeida Pires | Orientador: Jorge Serrano2013 | Download |

 

Dissertação apresentada para a obtenção de grau de Mestre em Ciências da Educação - na especialidade de Educação Especial e Domínio Cognitivo e Motor, conferido pela Escola Superior de Educação Almeida Garrett.

Autoria e outros dados (tags, etc)

inclusao.png

 por Hermínia Pires | Download |

 

O contributo da biblioteca escolar para o reforço da escola inclusiva
 
"Cabe às bibliotecas escolares fornecer as melhores oportunidades de informação para que todos os indivíduos possam tirar o maior partido das suas vidas como cidadãos ativos, construtivos e independentes. " (Biblioteca RBE; 10).
 
Referência bibliográfica da página Internet [NP405-4]
PORTUGAL. Ministério da Educação. Gabinete da Rede Bibliotecas Escolares. Portal RBE: O contributo da biblioteca escolar para o reforço da escola inclusiva. [Em linha]. Lisboa: RBE, atual. 02-06-2017.
 
 
Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Filme realizado por Sónia Rodrigues, no âmbito da disciplina de Comunicação e linguagem, no Agrupamento de Escolas de Lousada. Esta versão está disponível no blogue da Bibilioteca Escolar do Agrupamento e pode ser muito útil para trabalhar a comunicação em todos os contextos e especialmente em contexto NEE.

 

A comunicação aumentativa/alternativa (CAA) é um processo que enfatiza formas alternativas de comunicação visando dois objetivos: promover e desenvolver a fala e garantir uma forma de comunicação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Fórum Picoas, no dia 27 de janeiro de 2017.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Havia um rei muito chato. Fazia sempre tudo da mesma maneira. “Convém avisar que um rei pode ser lei. (É só trocar o R pelo L.)”, escreve-se logo no início.

Segue-se a descrição de algumas rotinas de el-rei Dom Chato. “Calçava sempre a bota direita antes de calçar a esquerda. Penteava-se sempre à mesma hora, sempre com o risco para o mesmo lado. Escutava sempre a mesma sonata triste no piano. E nunca, nunca fazia as coisas de modo diferente.”

Aqui Há Gato! nasceu de uma forma pouco convencional. Primeiro foram criadas as ilustrações e só depois o texto. Autor e ilustradora vieram ao estúdio do PÚBLICO ler-nos esta história e assim aumentar a nossa galeria de Livros para Escutar.

“Quis transformar uma coisa monótona, os códigos de barras, em imagens criativas”, contou ao PÚBLICO a ilustradora brasileira Renata Bueno.

Criou então uma série de ilustrações (sempre com códigos de barras), juntou-lhe pequenos poemas e mostrou tudo à editora Orfeu Negro na Feira do Livro Infantil de Bolonha.



Texto: Rita Pimenta
Vídeo: Frederico Batista

letra pequena

Autoria e outros dados (tags, etc)

incluir.png

 Download |

 

O projeto Incluir Brincando é uma iniciativa da Vila Sésamo e do Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF,  que procura contribuir para a garantia do direito a brincar de todas as crianças, respeitando os ritmos e a individualidade de cada uma.

 

Neste guia do brincar inclusivo, encontra sugestões de brinquedos, brincadeiras e jogos que permitem a participação de todas as crianças.

Incluir é bem mais simples do que parece e torna a brincadeira muito mais divertida!

 

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

O Lagarto, de José Saramago, lido por Adriana Calcanhotto - PÚBLICO

 

A Fundação José Saramago está a comemorar a partir deste mês de Abril os seus 10 anos de existência com concertos, sessões de cinema, mesas redondas, tertúlias. Uma das iniciativas é a exposição O Lagarto, do artista plástico brasileiro  J.Borges e de José Saramago que esteve o ano passado no FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos e tem como ponto de partida a edição ilustrada de 2016 do livro que o Nobel português publicou pela primeira vez há 40 anos.

Esta edição de O Lagarto nasceu de uma ideia original de Alejandro García Schnetzer e foi publicada em Portugal pela Porto Editora e no Brasil pela Companhia das Letras. O realizador  Miguel Gonçalves Mendes, autor de José & Pilar, fez um vídeo com a leitura do conto pela cantora e compositora brasileira Adriana Calcanhotto.

Ficha técnica
Realização: Miguel Gonçalves Mendes/JumpCut
Xilogravuras: J. Borges

Visto aqui >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Guia_port.jpg

 Download .pdf| Download .epub | 2011 |

 

Esta publicación es el producto del convenio que en 2006 ejecutaron el Centro Regional para el Fomento del Libro en América Latina y el Caribe (CERLALC) y la Unión Latinoamericana de Ciegos (ULAC), con el apoyo de la Fundación once para la Solidaridad con las Personas Ciegas de América Latina (FOAL). Se trata de un texto que nació tras un primer diagnóstico sobre entidades que producen y proveen material de lectura para personas con limitación visual, así como de los talleres y seminarios que sobre este tema se impartieron en la región. El resultado es esta valiosa herramienta para aplicar prácticas y experiencias que garanticen el acceso a la información a las personas con discapacidad visual.

 

Autor(es): Alejandro Schinca, Norma Toucedo
Tipo de publicación: Libro

Colección: Lectura y Escritura
Serie: Proyectos
Editor - Coeditor: Cerlalc ULAC y FOAL
Año de edición: 2011
Idioma: Español
País: Colombia
Número de páginas: 54
ISBN: 978-958-671-198-3

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Educação inclusiva, deficiência e contexto s

 Download .pdf | Download .epub |

Índice de conteúdos |

 

Organizer:Díaz, Félix et al.

Publisher:EDUFBA

Language:Portuguese

Year:2009

Pages:354

ISBN:9788523206512

eISBN:9788523209285

DOI:http://dx.doi.org/10.7476/9788523209285

O enfoque desta obra decorre da relevância que o contexto sociocultural em que a pessoa está inserida serve de parâmetro para classificá-la como normal e anormal, além de enfatizar o ensino e a escola, bem como as formas e condições de aprendizado. Esta perspectiva, ao invés de procurar no aluno a origem de um problema, define o tipo de resposta educativa e de recursos e apoios que a escola deve proporcionar a esse aluno para que ele obtenha o sucesso escolar.

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_