Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fazer em rede • Prémio Boas Práticas

Distinguir para inspirar

25.05.20

top_boas_praticas.png

Tendo em mente o lema “distinguir para inspirar”, a iniciativa Fazer em Rede dá rosto e voz aos professores bibliotecários, líderes na sua comunidade e profissionais capazes de enfrentar as mudanças com confiança.

Estes testemunhos partem da experiência pessoal e apresentam-nos soluções por vezes simples, mas engenhosas e criativas. Mostra-se, assim, que os professores bibliotecários que têm boas ideias e disponibilidade para continuar a aprender podem contagiar todos com o seu entusiasmo, colocando a biblioteca no centro da escola.

Na Boa Prática em destaque, Marco Lobato, professor bibliotecário, e Joaquim Trovão, coordenador dos projetos TIC, explicam como desenvolveram o projeto BE CODE no Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva, em Sintra, criando desafios de código que inspiraram alunos e professores.

Materiais disponibilizados pela escola aqui>>

Lista de Boas Práticas - março 2020 [PDF]
Lista de Boas Práticas - março 2020 [PDF]

Ver também:
• Regulamento Fazer em Rede 2019/ 20
• Boas Práticas RBE

Dia do autor português | 22 de maio

com Pedro Seromenho

19.05.20

pedro.png

Na próxima sexta-feira, dia 22 de maio de 2020, dia do Autor Português, Pedro Seromenho dinamizará três sessões online:

  • Às 9h00m (de Portugal Continental) - Europa, Macau e Timor-Leste. 
  • Às 11h30mPALOP 
  • Às19h00m - Américas (EUA, Brasil e Canadá)

A Coordenação do Ensino de Português nos EUA, em articulação com Pedro Seromenho, escritor, contador e ilustrador infanto juvenil, apoia a sessão online para os EUA, que decorrerá pelas 14h00m (Costa Leste) e pelas 11h00m (Costa Oeste) e incentiva professores, alunos, comunidades educativas, bibliotecários e potenciais interessados a participarem nesta sessão, que será dinamizada no Facebook.

A RBE associa-se e apoia esta iniciativa de Pedro Seromenho.

Dia Internacional dos Museus 2020 | 18 de maio

Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão

18.05.20

Todos os anos desde 1977, o ICOM organiza o Dia Internacional dos Museus, um momento único para a comunidade internacional de museus.

birmingham-museums-trust-p00MgXaa6as-unsplash.jpg

https://unsplash.com/photos/p00MgXaa6as /The Travelling Companions, 1862. Artist: Augustus Leopold Egg/

 

O objectivo do Dia Internacional dos Museus (DIM) é chamar a atenção sobre o facto de que “os museus são um importante meio de intercâmbio cultural, enriquecimento de culturas e desenvolvimento de entendimento mútuo, cooperação e paz entre os povos”. Organizado em 18 de maio de cada ano, os eventos e atividades planeados para comemorar o Dia Internacional dos Museus podem durar um dia, um fim de semana ou uma semana inteira. O DIM foi comemorado pela primeira vez há 40 anos. Em todo o mundo, cada vez mais museus participam nesta celebração. No ano passado, mais de 37.000 museus participaram neste evento em cerca de 158 países e territórios.

Referência: Portugal, I. (2019). Dia Internacional dos Museus 2020 – Museus para a Igualdade: Diversidade e InclusãoICOM Portugal. Retrieved 18 May 2020, from http://icom-portugal.org/2019/12/19/dia-internacional-dos-museus-2020-museus-para-a-igualdade-diversidade-e-inclusao/

 

A origem dos museus e a sua expansão pelo mundo. O Louvre como marco do museu dos dias de hoje.

E a pergunta: para que serve um museu?

UNIVESP | Universidade Virtual do Estado de São Paulo

 

Conteúdo relacionado:

 

toa-heftiba-WY_J0_9sVFg-unsplash.jpg

Photo by Toa Heftiba on Unsplash

Texto de Bárbara Simões / Público

Em casa, mas mantendo-se em competição. Estão abertas as candidaturas ao Concurso Nacional de Jornais Escolares, promovido pelo PÚBLICO, através do projecto PÚBLICO na Escola. A partir de 11 de maio, agrupamentos e escolas dos três ciclos do ensino básico e do ensino secundário podem inscrever as suas publicações, em papel ou em suporte digital. Não há tema obrigatório. O que é exigido é que no ano letivo de 2019/20 tenham tido, no mínimo, duas edições.  

E porque se trata de um ano letivo rodeado de características excecionais, com as escolas encerradas em meados de março, devido à pandemia de covid-19, e o ensino a prosseguir à distância, também o concurso ajustará as condições de candidatura previstas, abrindo a possibilidade de uma publicação (jornal ou revista) apresentar uma edição em papel e outra digital. Ou seja, desta vez poderão concorrer: publicações em papel; publicações em formato digital; sites com jornal escolar (com um mínimo de duas atualizações de fundo durante o presente ano letivo); e publicações com um número em papel e outro digital.

As candidaturas terão de ser apresentadas, por escolas ou agrupamentos de escolas (públicas ou privadas) do continente, regiões autónomas e comunidades portuguesas no estrangeiro, até ao dia 31 de maio. Os jornais são enviados de 1 a 30 de junho, os vencedores anunciados até ao final de outubro. Os prémios, pecuniários e cujos valores serão dados a conhecer antes da data de encerramento das inscrições, são atribuídos em três escalões: A (1.º ciclo), B (2.º e 3.º ciclos) e C (ensino secundário). Haverá um prémio por escalão.

A estes somam-se, como anunciado anteriormente, três prémios especiais, que distinguirão a melhor reportagem, o melhor design gráfico e o melhor trabalho de ciência.

E o que acontece quando uma publicação reúne o trabalho realizado em diversos ciclos de ensino — correspondentes a diferentes escalões de participação no Concurso Nacional de Jornais Escolares? Nesse caso, há que avaliar a que escalão corresponde o grupo de participantes com um papel mais determinante na edição. “Se, numa mesma publicação, estiverem envolvidos intervenientes de diferentes ciclos de ensino, o candidato deve optar por inscrevê-la no escalão que melhor traduza o grau de envolvimento”, esclarece o regulamento do concurso.

 

"Um instrumento cívico"

A inscrição é feita por email (concurso.jornais.escolares@publico.pt) um conjunto de elementos necessários para que seja validada: nome da publicação; agrupamento de escolas ou escola e localidade; escalão a que concorre (A, B ou C); tipo de publicação; identificação do responsável pela candidatura; contactos do responsável (email e telefone).

Qualquer esclarecimento suplementar sobre o concurso, considerado necessário depois da leitura do regulamento, pode ser obtido através do email: publiconaescola@publico.pt

O Concurso Nacional de Jornais Escolares acompanhou o PÚBLICO desde o seu início e durante mais de 20 anos premiou e divulgou o que de melhor ia sendo publicado nos estabelecimentos de ensino portugueses, apostado em fazer dos jornais escolares “um instrumento cívico para a discussão de temas relevantes para a comunidade escolar e para a promoção de relações entre a escola e o meio”. Regressou num ano letivo em que, fruto das circunstâncias, a procura de informação bateu recordes e a importância do jornalismo e da informação credível foi amplamente reconhecida como vital para a proteção dos indivíduos e da sociedade.

 

Referência: Estão abertas as inscrições para o concurso nacional de jornais escolares. (2020). PÚBLICO. Retrieved 13 May 2020, from https://www.publico.pt/publico-na-escola/artigo/estao-abertas-inscricoes-concurso-nacional-jornais-escolares-1915938

 

O Dia da Língua Portuguesa

5 de Maio

05.05.20

O Dia Mundial da Língua Portuguesa celebra-se hoje, pela primeira vez.

É o reconhecimento, por parte da UNESCO, da relevância que a Língua Portuguesa tem no Mundo.

 

moeda.png

A Imprensa Nacional - Casa da Moeda revelou o desenho da moeda comemorativa criada pelo escultor João Duarte para assinalar o Dia Mundial da Língua Portuguesa, que espera cunhar este ano. 

 

A mensagem da Diretora-Geral da UNESCO:

 

Dia Mundial da Língua Portuguesa - Festival 5L:

 

Sotaques | "O Paraíso são os outros" /Valter Hugo Mãe/:

Conteúdo relacionado:

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa | 2020

Um olhar sobre como foi e a importância que tem

03.05.20

bruno-martins-OhJmwB4XWLE-unsplash.jpg

Photo by Bruno Martins on Unsplash

 

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa é celebrado no dia 3 de Maio. A data foi criada em 20 de Dezembro de 1993, com uma decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas[1],[2] e celebra o Artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos[3] e marca o dia da Declaração de Windhoek, uma afirmação feita com jornalistas africanos em 1991 afirmando os princípios da liberdade de imprensa junto com a UNESCO[4]

 

Referência: Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. (2020). Pt.wikipedia.org. Retrieved 6 May 2020, from https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Mundial_da_Liberdade_de_Imprensa

 

 

Conteúdo relacionado:

Diamundialdolivro_2020.png

Ilustração de Mariana Rio

 

Andante Associação Artística | Feito em casa em Abril de 2020 a convite da Biblioteca Municipal de Mértola para celebrar o Dia Mundial do Livro.

***

Texto: Lusa | Fonte: Observador 

Várias editoras lançaram campanhas e iniciativas de incentivo à leitura e para celebrar o Dia Mundial do Livro, como clubes de leitura e a campanha "Adota uma livraria".

O Dia Mundial do Livro, que se celebra hoje envolto em restrições devido à pandemia de Covid-19, vai ser assinalado com iniciativas literárias que apostam no digital, como passatempos, campanhas, lançamentos e vendas “online”.

“O momento que atravessamos impôs uma realidade que nos afastou das rotinas habituais”, mas ainda assim “este reajustamento ao contexto em que vivemos, permite a celebração”, assinala a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), que desenvolveu uma campanha de apelo e estímulo à leitura, que recorre ao Facebook e ao Instagram, através dos quais os leitores são convidados a partilhar aquilo que estão a ler.

Também os editores da Leya escolheram este dia, “tão diferente dos anteriores”, para anunciar o “Próximo Capítulo”, um clube de leitura, de promoção de debate e partilha sobre livros de ficção e de não-ficção. Esta iniciativa pretende aproximar os leitores do mundo editorial e apresenta-se como um espaço de partilha entre quem edita e promove os livros, e quem os lê.

As inscrições decorrem entre esta quinta-feira e 5 de maio, através do e-mail proximocapitulo@leya.com, e os participantes serão informados sobre os livros a ler e como adquiri-los, com condições exclusivas, na livraria “online” da LeYa, bem como sobre as datas dos encontros, numa primeira fase através de plataforma digital e, mais adiante, presenciais.

 

 

 

Referência: Lusa, A. (2020). Dia Mundial do Livro celebra-se esta quinta-feira em confinamento através dos meios digitaisObservador. Retrieved 23 April 2020, from https://observador.pt/2020/04/23/dia-mundial-do-livro-celebra-se-esta-quinta-feira-em-confinamento-atraves-dos-meios-digitais/

 

Conteúdo relacionado:

 

A Biblioteca Escolar no Plano de E@D

Roteiro para professores bibliotecários

13.04.20

ead.jpg

Com o objetivo de ajudar os professores bibliotecários a pensar o seu papel na presente conjuntura (COVID-19) e no plano de ensino a distância das suas escolas, a Rede de Bibliotecas Escolares disponibiliza A Biblioteca Escolar no Plano de E@D – Roteiro para professores bibliotecários.

Trata-se de um documento orientador que deverá ser adaptado a cada contexto.

Ler mais >>

CiiL: a construir alicerces para a leitura

Centro de Investigação e Intervenção na Leitura

30.03.20

CiiL_divulg_institucional_foto.jpg

Para construir alicerces sólidos para as próximas gerações de leitores, o CiiL (Centro de Investigação e Intervenção na Leitura) aposta na promoção das competências pré-leitoras e leitoras.

Desde 2015, a equipa CiiL aplica os resultados da investigação na implementação de uma intervenção sistematizada em contexto escolar, diretamente com as crianças a frequentar a rede pública no Município do Porto, num trabalho a par com o do professor titular/ educador.

A 18 de março de 2020 o CiiL adotou o modo virtual, com o objetivo de manter o trabalho continuado de intervenção que até aqui decorreu em modo presencial. O CiiL continua a ser o resultado do trabalho articulado de uma equipa que conta com professores, psicólogos e terapeutas de fala. Agora em contacto virtual entre si e com as crianças e pais.

Mantendo a intensidade da intervenção,  o CiiL publica nas redes sociais atividades dirigidas à promoção das competências pré-leitoras e das competências leitoras.

Na primeira semana em modo virtual partilhou atividades sob a forma de vídeo, através dos canais Facebook, Instagram, YouTube, e correio eletrónico.

O CiiL é uma parceria entre o Instituto Politécnico do Porto,  a Câmara Municipal do Porto e o Ministério da Educação. Desde 2018 beneficia de financiamento europeu NORTE 2020.

 

Conteúdo relacionado:

Apoio às Escolas

Sítio web da DGE

25.03.20

apoio.png

Num momento em que as escolas portuguesas se encontram com as atividades presenciais suspensas, a Direção-Geral da Educação (DGE), em colaboração com a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), construiu este sítio, com um conjunto de recursos para apoiar as escolas na utilização de metodologias de ensino a distância que lhes permitam dar continuidade aos processos de ensino e aprendizagem.

Este apoio deverá permitir a todas as crianças e jovens:
     - Manter contacto regular com os seus professores e colegas;
     - Consolidar as aprendizagens já adquiridas;
     - Desenvolver novas aprendizagens.

 

Referência: Mensagem Inicial | Apoio às Escolas. (2020). Apoioescolas.dge.mec.pt. Retrieved 25 March 2020, from https://apoioescolas.dge.mec.pt/node/391


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Twitter



Perfil SAPO

foto do autor