Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Sex | 10.12.21

Webinar: Diário de escritas

2021-12-10-2.png

Realizou-se ontem mais um webinar no âmbito do Plano 21|23 Escola+, Eixo “Ensinar e Aprender”, sobre a ação específica “Diário de Escritas”, organizado conjuntamente pela Direção-Geral da Educação e pela Rede de Bibliotecas Escolares.
As especialistas Encarnação Silva e Mariana Pinto apresentaram duas propostas de trabalho no âmbito da escrita: “Sequências didáticas para o ensino da escrita” e “Do prazer da leitura aos sentidos da escrita”.

Foi também possível contar com a apresentação de duas práticas de escrita desenvolvidas sob a égide da biblioteca:
Caminhar com a escrita, apresentado pela professora bibliotecária Carminda Lomba, do Agrupamento de Escolas de Monte da Ola, com o testemunho dos alunos Lara e Rodrigo é um projeto que envolve alunos do 9.º ano.

Do outro lado do quadro, apresentado pela professora bibliotecária Teresa Gomes do Agrupamento de Escolas de Rio Tinto, N.º 3, dirige-se a alunos do 1.º Ciclo.

Para quem não teve oportunidade de seguir em direto, disponibiliza-se aqui a gravação:

 

Sex | 10.12.21

Moldar o futuro juntos

2021-12-102.png

No Dia Internacional dos Direitos Humanos, assinala-se a receção do Prémio Nobel da Literatura por José Saramago e a Rede de Bibliotecas Escolares, parceira das Comemorações do Centenário de José Saramago, disponibiliza um conjunto de propostas de trabalho, a desenvolver a partir das palavras do escritor.

 

“Tomemos então, nós, cidadãos comuns, a palavra e a iniciativa. Com a mesma veemência e a mesma força com que reivindicarmos os nossos direitos, reivindiquemos também o dever dos nossos deveres. Talvez o mundo possa começar a tornar-se um pouco melhor.”

Saramago, J. (1998, 10 dez.). Discurso da entrega do Prémio Nobel de Literaturahttps://www.josesaramago.org/wp-content/uploads/2021/06/discursos_estocolmo_portugues.pdf

 “Nós, os titulares de direitos temos de assumir a nossa situação não como algo que nos é dado de uma vez e para sempre, mas como um atributo que exige exercício e atualização a cada dia.”

Fundação José Saramago. (2017). Carta Universal de Deveres e Obrigações dos Seres Humanos. https://www.josesaramago.org/carta-universal-dos-deveres-e-obrigacoes-dos-seres-humanos/ 

 

Enquadramento

A pandemia deu-nos consciência e experiência viva, coletiva e em tempo real:

- Das consequências, prejudiciais para todos, dos riscos ambientais e sociais;

- De que natureza e sociedade dão sempre retorno do uso, intensivo e desmesurado, de recursos naturais e do que pode acontecer se, nas nossas decisões e ações, não tivermos em consideração as pessoas, seres e ecossistemas mais frágeis.

Esta aprendizagem deve marcar o início de uma nova era de cooperação, inovação e ação, ao serviço do equilíbrio ambiental e social, com o propósito de garantir saúde e bem-estar globais.

Para moldar esta nova atitude que garantirá o alcance da Agenda 2030 da comunidade internacional, há que dar aos direitos humanos uma nova abordagem, posicionando-os, não no ponto de vista do sujeito individual de direitos e liberdades fundamentais, o eu, mas no ponto de vista do outro, de todos os outros: seres vivos, humanos, ecossistemas naturais que devemos ter em atenção e cuidar.

Esta abordagem alargada e aprofundada dos direitos humanos está expressa na Carta Universal de Deveres e Obrigações dos Seres Humanos, anunciada por José Saramago no discurso pronunciado no banquete do Prémio Nobel, a 10 de dezembro de 1998.

No Centenário de José Saramago que este ano se comemora, a Rede de Bibliotecas Escolares toma esta Carta como base da sua reflexão e ação junto das bibliotecas escolares para incentivar, sobretudo nas crianças e jovens, a leitura e a escrita, a literacia da informação e comunicação e a cidadania, de modo a que todos possam realizar o seu potencial, viver em harmonia e florescer.

Veja todas as propostas de trabalho no portal RBE.

 

Referências

Aguilera, F. (2010). José Saramago nas suas palavrashttps://www.fnac.pt/Jose-Saramago-Nas-Suas-Palavras-Fernando-Gomez-Aguilera/a330039

Fundação José Saramago. (2017). Carta Universal de Deveres e Obrigações dos Seres Humanoshttps://www.josesaramago.org/carta-universal-dos-deveres-e-obrigacoes-dos-seres-humanos

Raposo, A. e Amaro, M. (2014). Carta aos meus Avós - A partir de Saramagohttp://desaramago.blogspot.com/2014/12/carta-aos-meus-avos-partir-de-saramago.html

Reis, C. (2015). Diálogos com Saramago. https://www.portoeditora.pt/produtos/ficha/dialogos-com-jose-saramago/16268784

Reis, C. (Org.). (2020). José Saramago: 20 anos com o Prémio Nobelhttp://monographs.uc.pt/iuc/catalog/view/57/153/227-1

Ribeiro, A. (2018). Por Saramagohttps://www.temasedebates.pt/produtos/ficha/por-saramago/22004876

Rádio Televisão Portuguesa. (2020). Herdeiros de Saramagohttps://www.rtp.pt/play/p7972/herdeiros-de-saramago

Rádio Televisão Portuguesa Ensina. (2021). José Saramagohttps://ensina.rtp.pt/tag-artigo/jose-saramago/