Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




repositorio.png

 RDC |

 

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em articulação com o Ministério da Cultura, está a criar um Diretório de Repositórios Digitais (DRD).

 

O DRD (http://repositorios-conhecimento.pt) é uma infraestrutura digital criada com o propósito de identificar e constituir um referencial de acesso aos repositórios digitais de Portugal nas áreas da Ciência e da Cultura, no sentido de divulgar e estimular a utilização dos repositórios digitais, bem como promover a normalização técnica e práticas de preservação digital.

 

Esta iniciativa reflete a política do governo no sentido da valorização da produção científica nacional, da promoção do conhecimento e da criação de condições para a sua partilha, a preocupação no sentido do reforço da responsabilidade cultural e patrimonial, em articulação com o enunciado conducente à adoção de uma política nacional de ciência aberta (http://www.ciencia-aberta.pt/pnca), contemplando a promoção e a difusão da cultura científica e tecnológica e a cooperação internacional, nomeadamente com os países de língua oficial portuguesa.

 

A primeira fase deste projeto – identificação e caracterização dos repositórios digitais pertencentes a instituições de ciência e cultura – decorre até 30 de janeiro, estando disponível um formulário para recolha de dados.

 

Qualquer pedido de esclarecimento deverá ser enviado para repositorios-conhecimento@mctes.gov.pt

 

Post escrito por: Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

 

Fonte >>

 

Ligações relacionadas:

Autoria e outros dados (tags, etc)

bibliot.png

 

Vai ter lugar na Biblioteca escolar Pedro Nunes, no dia 13 de janeiro, ás 11:25h o À conversa com a jovem escritora Inês Oliveira Pires. A autora vai falar sobre o seu primeiro romance A Galeria de Arte. O livro  é dirigido aos jovens e  aborda temáticas relacionadas com a adolescência.

 

Inês Oliveira Pires nasceu em Lisboa, em 1996. A paixão pelo mundo literário surgiu desde muito cedo, escrevendo as suas primeiras histórias ainda em criança. Aluna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, sempre tentou conciliar o estudo com a paixão pela escrita, concluindo aos vinte anos o seu primeiro original, no qual reflete as problemáticas da sua geração e da vida contemporânea.

 

Sinopse do livro:

"Beatriz é uma jovem pronta para iniciar uma nova etapa da sua vida, talvez a mais aguardada: a entrada na faculdade. Com esta mudança, surge um novo círculo de amigos, com o qual explora os aspetos inerentes à vivência da juventude. Um retrato das vidas independentes de um grupo amigos, que nos seus percursos se cruzam e se influenciam mutuamente, A Galeria de Arte é uma descrição da realidade atual dos jovens nas suas viagens pelo mundo das saídas noturnas, drogas de fácil acesso, descoberta do verdadeiro significado da orientação sexual, desavenças familiares e dramas entre colegas que todos vivenciam antes da inserção no mundo adulto."

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

nova.png

 Inscrição | Programa |

 

É no próximo dia 10 de janeiro no Auditório da NOVA IMS, no Campus de Campolide, entre as 18.30 e as 20 horas. A entrada é livre mas é necessária inscrição prévia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

andante.png

 

 
Estreia na ESE de Lisboa, dia 10 às 18h, sem crianças mas com os futuros e actuais professores. 
Um concerto, um espectáculo de poesia, feito em colaboração estreita com o público, sobre as árvores, sobre as palavras, sobre o silêncio. 

O João Pedro Mésseder (autor da maioria dos poemas que usam no espectáculo) já confirmou que vai lá estar e também estará disponível para uma pequena conversa no final; tem um texto inédito do Thomas Bakk escrito especialmente para este trabalho. O maravilhosos trabalho de figurino é da Lucília Telmo,  e a música está a cargo do músico Joaquim Coelho.

A entrada é gratuita mas convém reservar para os emails: susanat@eselx.ipl.pt | elsad@eselx.ipl.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Mentira.jpg

 por Manuel Pinto | fonte: Renascença |

 

 

Uma efectiva literacia das notícias passa, em grande medida, por cultivar uma atitude interrogativa e crítica nos estudantes e uma progressiva compreensão das lógicas e condicionalismos dos media.

 

Num dos encontros desta quadra festiva, conversava-se sobre a “onda de notícias falsas” que invadiu as redes e media sociais. Uma adolescente que seguia a conversa, mas ouvia mais do que falava, fez, a dada altura a pergunta que ninguém se tinha ainda lembrado de fazer: “E nós como é que podemos saber se uma notícia é falsa?”.

 

Recentemente, o presidente Barack Obama observava, sobre este fenómeno: “Se não formos sérios sobre os factos e sobre o que é verdade e o que não é (…) então temos aí um problema. Se tudo for a mesma coisa e não se estabelecerem distinções, então não saberemos o que é de preservar e aquilo por que lutar”.

 

E temos, de facto, um problema quando, como nas recentes eleições norte-americanas, vemos notícias falsas suplantarem, em repercussão, as verdadeiras.

 

Há medidas que devem ser tomadas pelos próprios media. Mas nada garante, que essas medidas tenham o alcance necessário, porque se ficarão inevitavelmente pelo lado mais imediato e óbvio, deixando de parte as mentiras oficiais ou oficiosas, as meias-verdades e, não menos, importante, os silêncios interessados, quando não a censura despudorada. E isto está, por vezes, mais presente nos grandes media do que nos media sociais.

 

É (também) por isso que se torna crucial desenvolver iniciativas sistemáticas e abrangentes que respondam à pergunta do adolescente que, sem querer, motivou este texto: “E nós como é que podemos saber se uma notícia é falsa?”

 

Algumas respostas decorrem de perguntas básicas ou mais exigentes: Quais são as fontes da informação? Quem a assina? Há peritos ou especialistas que comentam ou opinam? Quem são? A notícia é dada por outros media ou é um exclusivo? Neste caso, são prestados esclarecimentos sobre os processos de obtenção ou investigação do caso? Quem é beneficiado e quem é prejudicado pela matéria publicada?

 

Relativamente ao meio que veiculou a matéria: trata-se de um meio profissional, de créditos reconhecidos? Existe uma página sobre “quem somos” e/ou com contactos? O endereço da página parece confiável? Uma pesquisa sobre o título da publicação ajuda a esclarecer dúvidas?

 

Uma efectiva literacia das notícias passa, em grande medida, por cultivar uma atitude interrogativa e crítica nos estudantes e uma progressiva compreensão das lógicas e condicionalismos dos media. Um caminho destes permite detectar corrupção no jornalismo, mas também valorizar a qualidade e o trabalho dos verdadeiros profissionais.

 

Visto aqui.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

evento.png

 

Terá lugar no dia 21 de janeiro de 2017, o II Encontro Nacional de Educação para os Media, uma iniciativa da Direção-Geral da Educação, coordenada pela Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas, em parceria com o Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro e a Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação. Este Encontro realizar-se-á na Escola Secundária Ferreira de Castro em Oliveira de Azeméis.

Na sequência do Encontro de 2015, este evento tem como objetivo proporcionar um espaço de reflexão e debate sobre esta temática, bem como uma oportunidade de partilha de boas práticas e desenvolvimento profissional, sendo acreditado como Formação de Curta Duração para docentes. Do programa deste evento fazem parte uma Conferência plenária, logo a seguir à sessão de abertura, um painel sobre boas práticas de Educação para os Media suportadas por investigação e, na parte da tarde, sessões paralelas de comunicações breves e Oficinas.

A participação neste Encontro é gratuita mas sujeita a inscrição, dado o número limite de vagas. O evento encontra-se certificado no âmbito das ações de curta duração de acordo com o despacho 5741/2015 de 29 de maio. As inscrições poderão ser realizadas, até ao dia 13 de janeiro, através do preenchimento de um formulário disponível em http://questionarios.dge.mec.pt/index.php/769756/lang/pt.

Para qualquer informação adicional, poderá ser enviada uma mensagem para  edumedia@dge.mec.pt ou consultada a página web do evento em http://erte.dge.mec.pt/ii-encontro-nacional-de-educacao-para-os-media.

 

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

young.png

 Clique na imagem para consultar |

 

"Young Europeans” is a new tool by Eurostat, the statistical office of the European Union, which is primarily designed for young people aged 16-29. It provides the possibility to compare yourself with other young men and women in your country. (...)

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

feedly-300x300.png

 Feedly | RSS do blogue RBE |

 

Feedly é um agregador e leitor de noticias RSS para smartphones e tablets. A melhor maneira de seguir os seus blogues favoritos, sítios de notícias, vídeos do youtube, podcasts e revistas. Feedly mostra todas as nossas notícias favoritas num só lugar e rapidamente o conteúdo dos feeds RSS de notícias e blogues se transformam em conteúdos que se carregam rapidamente e pelos quais se navega de forma intuitiva e fácil. É uma experiência próxima da consulta de uma revista personalizada.

 

  • Feedly (Apple Store)
  • Feedly (Google Play)
  • RSS deste blogue: http://blogue.rbe.mec.pt/data/rss

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 4/4



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_