Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Ter | 16.10.12

Relatório sobre literacia na UE

























O Relatório de Peritos de Alto Nível sobre Literacia da União Europeia - base da comunicação apresentada pela Princesa Laurentien, que presidiu ao grupo de peritos, na  Conferência do PNL - tem uma síntese em língua portuguesa. Roberto Carneiro foi o especialista português que integrou o grupo. Reproduzimos algumas das razões que tornam urgente a leitura daquele relatório e o imperativo: Aja agora mesmo!

 Um número surpreendentemente elevado de europeus não dispõe de literacia suficiente. Os inquéritos nacionais e internacionais mostram que cerca de um em cada cinco adultos e um em cada cinco jovens de 15 anos, não tem as competências de leitura de que necessita para funcionar plenamente numa sociedade moderna. 

 A literacia é um requisito fundamental para cidadãos de todas as idades na Europa moderna e as alterações na natureza do trabalho, da economia e da sociedade estão, de um modo geral, a torná-la cada vez mais importante. A literacia é importante porque: 

 • o mercado de trabalho requer competências de literacia cada vez mais elevadas;
 • num mundo digital, a participação social e cívica está a tornar-se mais dependentes da literacia;
 • a digitalização está a alterar a própria natureza da literacia, tornando-a mais importante, dado que a interacção e a comunicação social, cívica e económica se centram em torno do mundo escrito;
 • a população está a envelhecer e as suas competências de literacia, incluindo as relativas à área digital, necessitam de ser actualizadas;
 • a pobreza e o baixo nível de literacia estão fechados num círculo vicioso, em que cada um deles fomenta o outro; e 
 • a mobilidade e a migração crescentes estão a tornar a literacia cada vez mais multilingue, combinando um vasto leque de contextos culturais e linguísticos.


Ler mais >>
Ter | 16.10.12

Google Cultural Institute




A Google criou um sítio, o Google Cultural Institute, que está a organizar e disponibilizar documentação multimédia online - fotos, vídeos, manuscritos, documentos de arquivo -  sobre personagens e acontecimentos marcantes da história e cultura mundiais. Já podem ser consultadas 42 coleções sobre temas como a 2ª guerra mundial, o maio de 68 ou Nelson Mandela e o apartheid. A iniciativa resulta da colaboração entre a Google e museus, arquivos e outras instituições culturais de todo o mundo e promete ser um recurso atraente e muito útil para professores e alunos.

Ter | 16.10.12

Curso de Introdução às Técnicas Documentais da BAD



















O êxito da 1ª edição do Curso de Introdução às Técnicas Documentais, que arrancou em setembro passado em Lisboa – com todas as vagas preenchidas e uma lista de suplentes – levou a BAD a lançar a 2ª edição do mesmo Curso, com início previsto a 12 de novembro de 2012, em horário pós-laboral nas instalações da BAD, em Lisboa.
Relembra-se que este curso, com uma carga horária total de 80 horas, é dirigido a todos os profissionais – quer exerçam ou não funções em Bibliotecas – que não disponham de formação de base ou que necessitem de reciclagem.

A formação BAD é considerada certificada para o concurso de professor bibliotecário e o desempenho da respetiva função.

Programa e inscrições >>