Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue RBE

Seg | 11.06.12

Ray Bradbury, um apaixonado por livros e bibliotecas











Fonte: A sci-fi giant who wrote the future




Ray Bradbury, um dos grandes mestres da literatura de ficção científica,  morreu na semana passada, com 91 anos. Foi o autor do conhecido livro Fahrenheit 451, escrito na década de 50 do século passado, durante a Guerra Fria e o período que ficou conhecido, nos EUA, por "caça às bruxas", caracterizado por uma intensa vigilância e perseguição política e anti-comunista que espalhou o desrespeito pelos direitos civis, o medo e a violência. O livro apresenta-nos uma sociedade em que qualquer opinião individual, livre, qualquer ideia dissidente das oficiais,  eram proibidas e onde uma das principais tarefas dos bombeiros consistia em queimar os livros que podiam alimentar o pensamento crítico. O 451 inserido no título da obra representa, precisamente, a temperatura de combustão do papel em graus fahrenheit. Em 1966, o realizador francês François Truffaut fez a adaptação cinematográfica do romance.


Bradbury era um apaixonado por livros, cinema e bibliotecas e dizia que aprendeu a escrever com Shakespeare e Júlio Verne. A entrevista que concedeu ao diário El País, em 2009, pode ser lida aqui >>
Seg | 11.06.12

Seminário "Tecendo Redes de Leitura"


























Vai realizar-se nos dias 28 e 29 de junho, em Azambuja, o Seminário Tecendo Redes de Leitura, organizado pelo Centro de Formação da Lezíria-Oeste, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares. 


Aguarda-se acreditação do seminário pelo CCPFC.
As inscrições decorrem até 20 de junho.


Programa e inscrições >>
Seg | 11.06.12

"Contribución de la biblioteca escolar al fomento de la lectura"

























Contribución de la biblioteca escolar al fomento de la lectura - um livro de referência para o trabalho de responsáveis pelas bibliotecas escolares e docentes, no âmbito da promoção da leitura, recentemente lançado na Andaluzia (Espanha). 


(...) Es la tercera aportación de una serie de documentos de referencia al servicio de las bibliotecas escolares, en este caso, del ámbito relacionado con el fomento de la lectura en la escuela. La biblioteca escolar se configura como el recurso articulador de actuaciones para todo el centro, proveedor de recursos informativos y literarios  en función del proyecto educativo y de los planes de lectura o los proyectos lingüísticos, si los hubiere.

Se propone un modelo de intervención desde la biblioteca que genere los ambientes, las experiencias, los entornos y las acciones idóneas para el aprecio de la lectura literaria, la afición por los  libros y por la cultura escrita. Este documento de referencia aborda el papel que la biblioteca escolar ha de asumir tanto en las actuaciones de fomento de la lectura como de apoyo a las actividades e intervenciones conectadas con el tiempo de lectura reglado en los centros y con la implementación del proyecto lingüístico o plan de lectura. (...)


Pode descarregar aqui >>

Seg | 11.06.12

"Canta-me um conto": teatro musical para a infância














Arte pública é um grupo dedicado à criação performativa - teatro, teatro musical, performances poéticas e videoplásticas, concertos com performance....-  dirigida ao público adulto, juvenil e infantil. A sua actividade  tem sido reconhecida por Bibliotecas, Escolas, Autarquias, Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, DGArtes e Fundação Calouste Gulbenkian.

Neste momento têm em cena Canta-me um conto, espetáculo de teatro musical inspirado nos contos de sempre para a infância, como já aqui noticiámos.

Entendemos que nos tempos de hoje é importante revalorizar a Leitura e a Literatura. Da literatura tudo nasce: a vontade de recriar, a capacidade de pensar e de transformar, a qualidade de imaginar, o reconhecermo-nos no outro, o interesse até pelas coisas aparentemente insignificantes.
Canta-me um conto mostra, a todos, que, quando lemos… somos, imaginamos, recriamos - e trazemos para o nosso mundo o melhor das aprendizagens que os contos universais para a infância, de sempre, nos transmitem: que existe o Bem e que existe o Mal, que a fantasia pode ajudar na resolução de problemas, que podemos encontrarmo-nos na diferença, que a amizade é uma relação fortíssima e insubstituível.


Arte pública apresenta este espetáculo, para crianças de 1º ciclo e pré-escolar, nas escolas e bibliotecas, mediante condições a combinar (aquisição ou bilheteira).



Informações e contactos:
Arte pública
Blog arte pública
Canal arte pública
Formação arte pública