Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



hashtag.png

 Fonte | por Laura Fleming | Edutopia |

 

A hashtag can help you create a community within and around your school library, as well as help you widen your reach beyond the school.

 

It was once known as the pound sign, but in the Digital Age # has been rebranded as the universal symbol known as the hashtag. Use of the hashtag dates back to 1988 and Internet Relay Chat (IRC) where it was used to categorize items and content into groups. Although just one simple character, the hashtag has proven to be one of the most powerful digital tools out there and is recognized globally. That’s why you should create a hashtag for your school library -- as a way to communicate with your community and extend your reach beyond your school.

 

Social media offers almost limitless opportunities to connect with people all around the world. But how do we know where to go to find people with similar goals and interests? The hashtag has been adopted by the social networks Twitter, Instagram, Facebook, Google+, Pinterest, and more. It enables groups of people who use these platforms to find like-minded people. Hashtags have become ubiquitous, and we now see them everywhere -- on screens, in businesses, and even in our schools.

The hashtag and other tools have allowed even the most connected schools to break out of their digital silos and tell their stories to audiences beyond just those who follow them on a specific social media platform. For example, two school hashtags that I follow are #leydenpride (the hashtag for Leyden High School District 212 in Illinois) and #engage109 (the hashtag for Deerfield Public School District 109, also in Illinois). It was because of their hashtags that I learned of the amazing, innovative things taking place in these two districts, and so it was from them that I learned the power of the hashtag as well. Now I follow both hashtags regularly even though I am not part of either school community.

Why Have a Hashtag?

As a thought partner for the Future Ready Librarians initiative, I know firsthand how important leading and learning with social media are for a modern-day librarian. As more and more libraries move into the Digital Age, many are turning to social media as a way to create a positive brand presence and to promote their library programs and resources. In addition to having a presence on social media platforms, there is value in creating a hashtag for your school’s library, including allowing you to expand your library’s reach. School librarians are well positioned to lead the charge of these digital efforts.

 

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os vídeos do 3.º Fórum para a Sociedade da Informação: Governação da Internet 2014, que se realizou em Lisboa a 4 de junho, estão disponíveis na página do Gabinete para os Meios de Comunicação Social (GMCS) e dos outros organizadores do evento, a ISOC Portugal e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O Fórum  debateu alguns dos principais desafios relativos à Governação da Internet: cibersegurança; direitos fundamentais e liberdade de expressão na Internet; neutralidade da Internet; inclusão, literacia e acessibilidade digitais; direitos de autor; perspetivas de evolução da Internet nos próximos anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vai ter lugar no dia 4 de junho, no Pavilhão do Conhecimento (Lisboa) a 3ª edição do Fórum para a Sociedade da Informação - Governação da Internet, que tem como objectivo principal informar e debater, sob uma perspectiva nacional, alguns dos aspectos principais da discussão actual a nível mundial sobre a Governação da Internet, nomeadamente:

  • Mass Survaillance e Privacidade
  • Direitos fundamentais e liberdade de expressão na Internet
  • Neutralidade da Internet
  • Inclusão, Literacia e acessibilidade digitais
  • Direitos de autor
  • Como vai evoluir a Internet nos próximos anos?

A participação é gratuita mas de inscrição obrigatória, aqui >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sabe que 33% dos portugueses nunca usaram a internet? Essa é uma das questões que está a ser discutida, hoje, Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação, na Fundação Portuguesa das Comunicações.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mensagem do Secretário-geral da União Internacional de Telecomunicações (ITU) para o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação 2014 que se assinala hoje, focado no tema "A banda larga como suporte económico ao desenvolvimento sustentável". Pode ler a mensagem aqui >>.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação celebra-se, desde 1865, a 17 de maio, dia em que foi criada a União Internacional das Telecomunicações (UIT) em Paris. Este ano assinala-se excecionalmente a 16 de maio pelo dia oficial ocorrer a um sábado.

A UIT escolheu como tema para 2014 A Banda Larga como suporte ao desenvolvimento socioeconómico sustentável (Broadband for sustainable development) no sentido de «fomentar a consciencialização para o potencial da Internet e das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) na sociedade e na economia» e com «o objetivo de alcançar o acesso universal à banda larga e aos conteúdos».

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a Fundação Portuguesa das Comunicações (FPC), a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC) e a Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI) desenvolvem várias atividades para comemorar este dia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

No próximo dia 19 de Maio, no Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, entre as 9:00 e as 18:00 horas, irão realizar-se as XII Jornadas de Ciência da Informação. Este evento é promovido pelos estudantes dos cursos de Licenciatura e Mestrado em Ciência da Informação, uma parceria da Faculdade de Letras e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. O tema para 2014 é: Data Science: Os novos desafios da Ciência da Informação. Garanta já o seu lugar através da inscrição aqui >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Toda a informação aqui >>

Autoria e outros dados (tags, etc)




















Uma publicação recente sobre bibliotecas escolares, da responsabiblidade da Junta de Andalucia, de leitura fundamental para pensar e gerir as mudanças que a sociedade em rede implica nas escolas e nas bibliotecas: Nuevas dinámicas para la biblioteca escolar en la sociedad en red.

Autoria e outros dados (tags, etc)


















Imagem: DN







O Diário de Notícias celebrou, ontem, a provecta idade de 149 anos. Zeinal Bava, o presidente da PT- Portugal que tem acumulado prémios nacionais e internacionais nas áreas da gestão e das telecomunicações, foi o convidado para dirigir a edição especial de aniversário do jornal.  

Reproduzimos alguns excertos do editorial que escreveu:

«Vivemos na era da informação, e qualquer consulta na internet, rápida ou mais demorada, sobre o tema "educação" devolve-nos um conjunto significativo de resultados: os indicadores da educação, as tendências na educação, as modas na educação, a educação país a país, a tecnologia e a educação. A educação e o futuro. Toda esta informação é prova material da importância de que a educação ganhou num mundo à procura de mais talento, de um novo roteiro, de um novo sentido. (...)

A informação está em toda a parte, multiplica-se, transforma-se. A informação ficou próxima, mesmo a que está distante ou que era inacessível. E, sobretudo, a natureza da informação mudou. Porque é colaborativa, porque está em rede, porque nunca, em nenhum outro momento da história, tantos tiveram acesso a tantos dados. É suficiente para falarmos de uma verdadeira sociedade de conhecimento? De forma alguma. A informação - seja ela um manual escolar, um tratado da história, um videojogo ou um novo clip de música - é matéria-prima. A informação em bruto, aquela que todos os dias invade os timelines das redes sociais, é altamente distrativa. Essa distração pode simplesmente comprometer o seu potencial. Ou, se bem utilizada, transforma-se num potencial de desenvolvimento individual e coletivo como nunca assistimos na história da humanidade.» (...)

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Twitter_