Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eduardo Sáenz de Cabezón · Professor e divulgador

 

Doutor em matemáticas pela Universidade de la Rioja, onde atualmente exerce como professor de Linguagens e Sistemas Informáticos, Eduardo Saénz de Cabezón realiza uma intensa divulgação das matemáticas como membro e fundador do grupo de científicos e investigadores “Big Van Científicos sobre Ruedas”. Para além disso, participa em conferências e workshops por todo o mundo contagiando com a sua paixão por esta “linguagem das ciências". O seu trabalho de investigador centra-se na área da álgebra computacional para a qual contribuiu com numerosos artigos e colaborações com matemáticos espanhóis e europeus. Aprender matemáticas converte-nos em “cidadãos mais livres, mais difíceis de manipular…Serve para compreender o mundo em que estamos mas também para nos compreendermos  a nós mesmos”, destaca este reconhecido divulgador.

 

Ver programa completo.

 

Referência: ¿Para qué sirven las matemáticas?. (2018). BBVA Aprendemos Juntos. Retrieved 18 June 2018, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/para-que-sirven-las-matematicas-eduardo-saenz-de-cabezon/

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

numero.png

 Download |

Sinopse

 

Sinopse

Os números têm de ser interrogados. Sem isso, são apenas uma sucessão inerte de algarismos e uma potencial fonte de equívocos. Partindo de tal premissa, este livro apresenta, em 22 tópicos, questões essenciais para o bom uso das estatísticas nas notícias, auxiliando na sua interpretação e comunicação.

 

Um guia prático, de fácil leitura e que se espera útil para o dia-a-dia dos jornalistas, mas também para todos os interessados em escrever sobre a sociedade em que vivemos com base em factos.

 

Referência:

este?, Q., este?, Q., Rosa, M., Garcia, R. and Santos, F.

este?, Q., este?, Q., Rosa, M., Garcia, R., & Santos, F. (2017). Que número é este? | Publicações | FFMSFundação Francisco Manuel dos Santos. Retrieved 30 March 2018, from https://ffms.pt/publicacoes/detalhe/1963/que-numero-e-este

Autoria e outros dados (tags, etc)

milage.png

 AndroidiOS | Fonte: UALG

 

Desenvolvida pela Universidade do Algarve a app MILAGE Aprender+ para dispositivos móveis, permite aos alunos acederem a conteúdos pedagógicos, dentro e fora da sala de aula.

 

Esta app é uma ferramenta de apoio aos alunos na resolução autónoma de fichas de exercícios e de apoio ao professor na gestão do seu tempo na sala de aula, na medida em que este não tem de resolver na sala de aula os exercícios que constam nas fichas integradas na app MILAGE Aprender+.

 

De modo a estimular e apoiar a realização das várias atividades propostas, a interface da app MILAGE Aprender+ incorpora características de gamificação, com diferentes níveis de dificuldade de exercícios, para apoiar alunos com maiores dificuldades de aprendizagem matemática e incluir também alunos mais avançados. Esta preocupação em incluir no processo todos os alunos reflete-se também quando a app apresenta vídeos detalhados, com a resolução dos exercícios para aqueles alunos com mais dificuldades poderem perceber passo a passo a sua resolução, e, vídeos concisos com os passos essenciais na resolução de um exercício.

 

Para além disso, a app MILAGE Aprender+ inclui ainda um esquema de auto-avaliação e de avaliação pelos pares que visa estimular o trabalho autónomo do aluno, a revisitação dos conteúdos para o armazenamento do conhecimento na memória de longa duração e a identificação dos passos fundamentais na resolução de exercícios.

 

No âmbito do projeto também foi criada uma aplicação MILAGE Aprender+ Professores de back-office, também gratuita, para os professores e escolas que desejem associar-se ao desenvolvimento de conteúdos para o ensino de matemática, como para outras disciplinas que podem ser incluídas na app MILAGE Aprender+.

 

Aprender+ – MILAGE

Aprender+ – MILAGE. (2018). Milage.ualg.pt. Retrieved 25 March 2018, from http://milage.ualg.pt/?page_id=1176

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Khan.png

 

A plataforma Khan Academy em português, integra  cerca de 21.000 exercícios práticos interativos e 1.250 vídeos de Matemática do ensino básico. Promove uma aprendizagem lúdica e personalizada, pois à medida que cada aluno evolui, vai ganhando pontos e medalhas! Lançada em fevereiro de 2017 pela Fundação Portugal Telecom, a plataforma conta já com 20.000 utilizadores e 3,4 milhões de minutos de utilização.

 

De acesso gratuito, contém ainda relatórios de progresso e permite uma monitorização permanente da performance e da evolução na aprendizagem pelo aluno, professor e pai.

 

Conheça todas as funcionalidades da plataforma Khan Academy em Português neste vídeo, no site da Fundação Portugal Telecom ou solicite workshops gratuitos para os professores do seu Agrupamento de Escolas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

exploristica.png

Clicar na imagem para seguir para o sítio web |

 

É uma exposição itinerante, composta por vários módulos interativos, com o objetivo de levar os fundamentos da Estatística e das Probabilidades às comunidades educativas, transmitindo os conceitos de forma prática e experimental.

 

Presentemente, e até ao final de fevereiro, a exposição encontra-se no Edifício Sede do Instituto Nacional de Estatística (Av. António José de Almeida, Lisboa), onde pode ser visitada das 9h às 17h.

 

A Explorística é uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Estatística, com o apoio da Ciência Viva e do INE. Mais informações em: www.exploristica.com.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cad_ed_financ_1_ciclo.png

 Clicar na imagem para download

cad_ed_financ_2_ciclo_s.png

 

 

Estes Cadernos de Educação Financeira foram desenvolvidos no âmbito do “Protocolo de cooperação para a preparação de materiais didático-pedagógicos de apoio ao Referencial de Educação Financeira”, assinado em dezembro de 2014 pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Instituto de Seguros de Portugal), pelo Ministério da Educação e Ciência e por quatro associações do setor financeiro (APB – Associação Portuguesa de Bancos; APS – Associação Portuguesa de Seguradores; APFIPP – Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios e ASFAC – Associação de Instituições de Crédito Especializado).

 

Os cadernos têm como objetivo apoiar alunos e professores na abordagem a temas do Referencial de Educação Financeira (REF) – elaboração de um orçamento, criação de uma poupança, realização de pagamentos, ou prevenção de riscos…

 

A ação desloca-se da família para a escola e os temas do REF são trabalhados, de forma lúdico-didática, através de histórias protagonizadas pelos alunos.

 

As histórias são exploradas por atividades que procuram explicitar e completar os saberes, as atitudes e os comportamentos inerentes à narrativa. (...)

 

Ler mais >>

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

matematica.png

 foto de Fábio Augusto | texto de Clara Viana | Público | ler na fonte |

 

Bons resultados a Matemática mostram que houve "políticas eficazes"

O secretário de Estado da Educação, João Costa, considerou que o desempenho dos alunos do 4.º ano no estudo internacional TIMSS vem reforçar as opções assumidas pela actual tutela.

 

 

Portugal foi o país que registou uma maior evolução nos testes internacionais TIMSS (Trends in International Mathematics and Science Study), que se realizam, desde 1995, de quatro em quatro anos. Na última edição realizada em 2015, e cujos resultados foram divulgados nesta terça-feira, a média dos alunos portugueses valeu-lhes um 13.º lugar num conjunto de 49 países, ficando à frente de países como a Finlândia ou a Suécia.

 

Falando durante a apresentação dos resultados do TIMSS, João Costa destacou o Plano de Acção para a Matemática, promovido pela ex-ministra socialista Maria de Lurdes Rodrigues, e que se centrou na formação de professores. Em declarações ao PÚBLICO, o governante admitiu que esta progressão também não é alheia à aposta no ensino da Matemática do anterior ministro Nuno Crato. “É uma evolução que deriva de um resultado compósito e que se deve ao investimento que Portugal tem feito na Matemática”, disse.

 

Apesar dos bons resultados obtidos, João Costa manifestou preocupação pela “assimetria entre os resultados obtidos na dimensão conhecimento e os conseguidos na aplicação e raciocínio”. “Não podemos ficar felizes quando o conhecimento não é aplicado”, afirmou. Para o secretário de Estado, esta situação só poderá ser ultrapassada com “metodologias de ensino que consomem tempo e que não são compatíveis com listas infinitas de conteúdos”. “A obesidade curricular não permite o desenvolvimento destas capacidades mais elevadas e por isso é necessário tomar opções”, frisou.  

 

No conjunto, afirmou, tanto a subida a Matemática, como a descida dos resultados a Ciências, vêm “reforçar” as apostas da actual tutela seja na flexibilização curricular que está a ser preparada com vista à redução dos programas, como na avaliação externa a outras disciplinas para além do Português e da Matemática. “Temos de pensar se não existe uma correlação entre o estreitamento curricular [promovido por Nuno Crato] e a descida dos resultados a Ciências”, disse ao PÚBLICO. 

 

 

TIMSS 2016. Resultados. Portugal com subida recorde.

Uma foto publicada por Rede de Bibliotecas Escolares (@rbe_pt) a

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

pangea.png

Inscrição | O projeto | Regulamento |

 

 

“Matemática para todos”

Pangea: s. f. [Geologia] Grande continente primitivo hipotético que teria originado 
os continentes

Hoje, esta palavra é usada para o intercâmbio internacional de mercadorias, de informação e finanças. Deste modo, e como símbolo de união, surgiu a ideia de chamar a este Concurso de Matemática Pangea.

 

O Concurso apresenta-se como uma forma divertida e motivadora de unir estudantes de regiões diferentes, de sistemas de ensino diferentes, de níveis socioeconómicos diferentes numa só actividade, que devido ao importante papel que cumpre no desenvolvimento cognitivo do ser humano e na sociedade, é cada vez mais promovida: a matemática.

 

A matemática procura ser o elo de ligação destas crianças para que partilhem não só conhecimentos mas toda uma experiência de vida. Assim, a matemática sai do contexto escolar para formar parte da própria vida de cada estudante, promovendo não só a aprendizagem mas também a aplicação desta ciência no quotidiano.

 

Além disto, hoje mais que nunca torna-se necessário o desenvolvimento de capacidades interpessoais como a boa comunicação, o respeito, a tolerância, a ética, competências estas intrínsecas à matemática e ao seu estudo e prática.

 

Calendário provisório:

  • Inscrições: De 12 de outubro de 2016 a 1 de fevereiro de 2017
  • Primeira Fase (digital, nas escolas): De 6 de março de 2017 a 10 de março de 2017
  • Segunda Fase (todo o país): Sábado, 8 de Abril de 2017
  • Cerimónia de entrega de prémios: No mês de maio de 2017, em data e local a confirmar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

euclides.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Geometric World é uma empresa portuguesa, membro da Sociedade Portuguesa de Matemática e da Sociedade Portuguesa de Física, que desenvolveu e lançou em Portugal no final do ano passado um produto a que chamou Caixa de Euclides. A Caixa de Euclides é uma valiosa ferramenta educacional que contribui para o desenvolvimento da inteligência espacial das crianças e jovens, estimular a intuição e criatividade e tornar mais fácil, motivante e abrangente o estudo da Geometria. A sistematização dos conteúdos, a originalidade dos textos (que mostram a enorme ligação da Geometria a tudo o que nos rodeia) e a feliz combinação entre os sólidos geométricos em cortiça colorida (para manipulação) com os formatos interativos e multimédia (filmes, animações 3D) do DVD, tornam a Caixa de Euclides muito apelativa e clarificadora.

Preço para a Rede de Bibliotecas Escolares - 23,90€ (desconto de aproximadamente 20% mas que poderá ser maior dependendo das quantidades).

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

mat.png

 

 

 

 

 

 

 

 

Vai funcionar no Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa,de 1 a 15 de setembro de 2015, uma Escola de Verão de Matemática, a MatNova2015, destinada a alunos de exceleência do secundário (preferencialmente do 10.º e 11.º anos), que queiram aprofundar os seus conhecimentos naquela disciplina.

A MatNova2015 está dirige-se prioritariamente a alunos dos distritos de Lisboa e Setúbal, mas também poderá aceitar alunos de outras regiões. Pode consultar toda a informação no sítio respetivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_