Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este software de inteligência artificial consegue automatizar tarefas rotineiras. Facebook e Microsoft prometem investir em força nesta tecnologia nos próximos anos.

por Paulo Matos (jornalista)

 

Apesar de já existirem há muito, os bots vieram recentemente para a ribalta, uma vez que tanto Facebook como Microsoft revelaram que vão apostar forte nesta tecnologia nos próximos anos. Algo que fez várias pessoas levantar o sobrolho e perguntar: mas, afinal, o que é um bot? É um software de inteligência artificial concebido para automatizar tarefas repetitivas e que seguem um padrão, ou seja, como se fossem desempenhadas por um robot. Alguns exemplos práticos: adicionar um compromisso ao calendário ou fazer uma reserva para jantar.

 

Atualmente, os bots estão a ser utilizados pelas empresas para lidar com uma variedade de pedidos dos clientes que anteriormente requeriam uma chamada telefónica para um interlocutor humano. No futuro, deverá assistir-se a um incremento exponencial dos chatbots, que estão inseridos dentro das apps de mensagens e simulam conversas, isto é, respondem de uma forma que dá a ilusão de que se está a interagir com um humano.

 

Por exemplo, Mark Zuckerberg revelou recentemente que vai abrir o código da app Messenger para que programadores possam criar chatbots que se integram neste serviço de mensagens. «Nunca mais terão de ligar para call centers», salientou o CEO. Mas a Microsoft promete não ficar atrás e Satya Nadella, o líder da empresa, afirmou que «os bots são as novas apps», revelando que a assistente pessoal Cortana irá facilitar a integração de bots de terceiros.

 

Mas o mundo dos bots não é um mar de rosas, pois a capacidade de simular uma conversa com um humano faz com que esta tecnologia também seja utilizada para manipulação na Internet. Por exemplo, ao navegar online é provável que se depare com alguns bots que são usados para gerar comentários automaticamente, promover discussões ou tentar redirecionar para outros sites. É por isso que, muitas vezes, temos de recorrer ao sistema CAPTCHA (aquele que nos obriga a digitar uma determinada palavra antes de consumarmos uma ação), que é uma forma de teste de Turing usado para distinguir humanos de bots com pouca inteligência artificial.

 

Nota: Este conteúdo foi originalmente publicado na Exame Informática nº 252

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

orum.png

 

|Fórum Picoas | Lisboa | 28 de outubro | 9h30 |

 

 

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia, no âmbito do Fórum para a Sociedade da Informação – Governação da Internet (FSI – GI), pretende recolher contributos para Portugal apresentar no IGF 2016, o Fórum Mundial que irá decorrer no México, em dezembro, sob o tema “Enabling Inclusive and Sustainable Growth”.

 

Para impulsionar a reflexão e o debate nacional, a nível multissetorial, em torno do futuro da Governação da Internet irá realizar-se no próximo dia 28 de outubro, em Lisboa, o Workshop intitulado “Privacidade na Internet | Direitos e Responsabilidades, que Futuro?”

 

Estará em foco o artigo 8.º do Regulamento (UE) 2016/679, sobre as «condições aplicáveis ao consentimento de crianças em relação aos serviços da sociedade da informação», e o qual define como sendo lícito o tratamento de dados pessoais decorrente da oferta direta de serviços da sociedade de informação a crianças com pelo menos 16 anos, sendo necessário autorização parental para crianças com idade inferior.

 

Esta sessão pretende ver abordado e debatido um conjunto de ideias que permitam apoiar a decisão política, bem como iniciativas e instrumentos de disseminação e sensibilização de boas práticas para a proteção dos dados e utilização segura e informada da internet.

 

Participe, registe-se gratuitamente aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

internet.png

escolavirtual.pt

por Luís Pereira

 

Se está na net, não significa necessariamente que seja verdade. Conspirações, celebridades que morrem, imagens manipuladas, traduções erróneas em vídeos, entre outros, fazem parte dos conteúdos que encontramos na Internet.

 

Considerando que se trata de uma fonte de informação absolutamente relevante, convém estar atento e alertar os mais pequenos para importância de usarmos de uma certa desconfiança sempre que estamos online. Muitos desses enganos acontecerão porque alguém iniciou um boato mais ou menos inócuo, mas outros são o resultado de manipulações com algum interesse escondido.

O Google, o motor de busca mais popular nas nossas pesquisas, é mais complexo do que aparenta, permitindo buscas sobre um assunto, por exemplo, em jornais ou limitar a pesquisa a artigos científicos. Quanto melhor se conhecer essas ferramentas, bem como a sua lógica, melhor uso podemos fazer da informação que nos chega. Na verdade, compreender a forma como a web se organiza, e como pode ser manuseada, representa uma importante vantagem no nosso mundo, onde a informação, consumida e partilhada, é cada vez mais um fator crítico.

No final do ano passado, um relatório da entidade reguladora dos media do Reino Unido dava conta de que somente cerca de 30% dos jovens inquiridos era capaz de distinguir um anúncio de um link relevante numa pesquisa no Google. Dados como este revelam que, para além do acesso, as crianças precisam de ser instigadas a estar atentas aos detalhes quando fazem pesquisas na internet. Seguem-se alguns tópicos de conversa para ajudar as crianças a compreender como funciona a web. (...)

 

Ler mais >>

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

internet.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Carta de Direitos Humanos e Princípios para a Internet abarca todo o âmbito de direitos humanos contidos na Declaração Universal de Direitos Humanos e outros documentos que compõem a Carta Internacional de Direitos Humanos da ONU. Trata-se do resultado do trabalho de muitas pessoas e organizações ao longo dos anos e vem crescendo na medida em que outros começam a aplicar suas 21 cláusulas para situações específicas. (...)

 

Leia e baixe o documento aqui.

 

Ler mais >> 

Autoria e outros dados (tags, etc)

leitura_internet.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique na imagem para consultar o documento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os vídeos do 3.º Fórum para a Sociedade da Informação: Governação da Internet 2014, que se realizou em Lisboa a 4 de junho, estão disponíveis na página do Gabinete para os Meios de Comunicação Social (GMCS) e dos outros organizadores do evento, a ISOC Portugal e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O Fórum  debateu alguns dos principais desafios relativos à Governação da Internet: cibersegurança; direitos fundamentais e liberdade de expressão na Internet; neutralidade da Internet; inclusão, literacia e acessibilidade digitais; direitos de autor; perspetivas de evolução da Internet nos próximos anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Clique na imagem para aceder à versão completa

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vai ter lugar no dia 4 de junho, no Pavilhão do Conhecimento (Lisboa) a 3ª edição do Fórum para a Sociedade da Informação - Governação da Internet, que tem como objectivo principal informar e debater, sob uma perspectiva nacional, alguns dos aspectos principais da discussão actual a nível mundial sobre a Governação da Internet, nomeadamente:

  • Mass Survaillance e Privacidade
  • Direitos fundamentais e liberdade de expressão na Internet
  • Neutralidade da Internet
  • Inclusão, Literacia e acessibilidade digitais
  • Direitos de autor
  • Como vai evoluir a Internet nos próximos anos?

A participação é gratuita mas de inscrição obrigatória, aqui >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Decisão recente da União Europeia vai obrigar a Google a respeitar o direito à privacidade dos cidadãos, lemos no Jornal I: «O Tribunal de Justiça da União Europeia reconheceu hoje o direito dos cidadãos a serem “esquecidos” na internet e a pedirem ao Google e a outros motores de busca para retirarem as ligações a informações pessoais.

 

A decisão, tomada depois de uma queixa de um cidadão espanhol, aplica-se a informações “inadequadas, não pertinentes ou já não pertinentes ou excessivas em relação ao objetivo pelo qual foram processadas tendo em conta o tempo decorrido”.

 

O tribunal baseia a decisão na conclusão de que, ao abrigo das atuais normas de proteção de dados na UE, “um motor de busca na internet é responsável pelo processamento que faz de dados pessoais”.

 

Ler mais no Jornal I, 13 maio >>

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação celebra-se, desde 1865, a 17 de maio, dia em que foi criada a União Internacional das Telecomunicações (UIT) em Paris. Este ano assinala-se excecionalmente a 16 de maio pelo dia oficial ocorrer a um sábado.

A UIT escolheu como tema para 2014 A Banda Larga como suporte ao desenvolvimento socioeconómico sustentável (Broadband for sustainable development) no sentido de «fomentar a consciencialização para o potencial da Internet e das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) na sociedade e na economia» e com «o objetivo de alcançar o acesso universal à banda larga e aos conteúdos».

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a Fundação Portuguesa das Comunicações (FPC), a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC) e a Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI) desenvolvem várias atividades para comemorar este dia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D