Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



literaciaparaosmedia.png

  por Sandra Oliveira e Rita CaetanoDownloadCIDAC |

 

O Projeto Acima da Média

 

Os Meios de Comunicação têm um lugar central na vida dos jovens, através da televisão, internet, rádio e redes sociais. A informação está cada vez mais disponível em tempo real e em meios como os tablets ou smartphones, o que aumenta o tempo de exposição dos mais jovens. Desta forma, torna-se claro que as suas visões do mundo estão bastante ligadas com a informação que os mesmos recebem todos os dias e em qualquer lugar. No entanto, torna-se também claro que os jovens – mas também os adultos – não estão preparados para analisar criticamente toda esta quantidade de informação recebida, adotando muitas vezes uma postura passiva. Isto leva a que as visões e representações do mundo, bem como as ações, se caracterizem muitas vezes por serem o reflexo do imediatismo mediático, em vez de uma perspetiva e cidadania crítica dos eventos que nos rodeiam.

 

O Projeto “Acima da Média! Descodificação dos Média ao Serviço da Cidadania Global” tem como objetivo Dotar os jovens de capacidades para a descodificação dos Média na sua relação com o desenvolvimento de modo a contribuir para um melhor exercício da cidadania global. (...)

 

Este guia mais do que querer ser um “livro” com as respostas todas, pretende ser uma maneira de lançar pistas de reflexão e servir de apoio a organizações e educadores que queriam trabalhar e desenvolver a temática da análise crítica dos média e com “os seus” públicos. (...)

João Azevedo/CIDAC e Maria Inês Santos/Par

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

fp.png

 Estranhar Pessoa |

 

Nos dias 9, 10 e 11 de Fevereiro realizou-se o Congresso Internacional Fernando Pessoa 2017, organizado pela Casa Fernando Pessoa na Fundação Calouste Gulbenkian. Este encontro reuniu especialistas e doutorandos, integrou mesas de discussão e mesas de apresentação de comunicações. Neste documento publicam-se os textos que foram entregues pelos seus autores, resultantes dessas participações. As filmagens das sessões deste Congresso encontram-se em acesso livre no portal EDUCAST: https://educast.fccn.pt/vod/channels/czvi0s1ug Agosto 2017

 

in Nota de publicação, transcrição com pequenas alterações.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

estrategia.png

 Download|

 

Centro de recursos e de conhecimento internos à escola

As bibliotecas escolares constituem-se como uma estrutura congregadora de recursos e metodologias de trabalho a mobilizar para o desenvolvimento da Estratégia de Educação para a Cidadania na Escola, através da articulação com os diversos parceiros da escola e da comunidade.

(...)

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

eu1.png

 

The EU General Data Protection Regulation, [e-Book]  allenovery.com, 2017.

Regulamento em português.

 

Depois de mais de quatro anos de discussão, o novo quadro de proteção de dados da UE foi adotado em 8 de abril de 2016. 

Adopta-se o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD). O RGPD substituirá a presente directiva e será directamente aplicável em todos os Estados-Membros sem a necessidade de aplicar a legislação nacional. Terá vigência em 25 de maio de 2018.

 

Os princípios e regras relativos à protecção das pessoas singulares no que se refere ao tratamento de dados pessoais devem, independentemente da sua nacionalidade ou residência, respeitar as liberdades e os direitos fundamentais, nomeadamente o direito à protecção de dados pessoais.

 

Este regulamento visa contribuir para a plena realização de uma área de liberdade, segurança, justiça e união económica, para o progresso económico e social, para o fortalecimento e convergência das economias no mercado interno e para o bem estar das pessoas.

 

A Directiva 95/46 / CE do Parlamento Europeu e do Conselho visa harmonizar a protecção dos direitos e liberdades fundamentais das pessoas singulares em relação às actividades relacionadas com o tratamento de dados pessoais e assegurar a livre circulação desses dados entre os Estados-Membros.

 

O processamento de dados pessoais deve ser projetado para servir a humanidade. O direito à protecção dos dados pessoais não é um direito absoluto, mas deve ser considerado em relação ao seu papel na sociedade e manter o equilíbrio com outros direitos fundamentais, de acordo com o princípio da proporcionalidade.

 

O presente regulamento respeita todos os direitos fundamentais e observa as liberdades e os princípios reconhecidos na Carta e consagrados nos Tratados, em particular o respeito pela vida privada e familiar, o lar e as comunicações, a protecção dos dados pessoais, liberdade pessoal, liberdade de pensamento, consciência e religião, liberdade de expressão e informação, liberdade de empresa, direito à proteção judicial efetiva e julgamento justo e à diversidade cultural, religiosa e linguística.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

curadoria.png

Content Curation for Learning: The Complete Guide from Anders Pink, [e-Book] Anders Pink, 2017.

 

Neste livro gratuito de 120 páginas abordam-se algumas questões-chave sobre a curadoria do conteúdo e o seu papel na condução da aprendizagem contínua.O livro trata questões como: Por que é a curadoria de conteúdos importante para a aprendizagem? Qual é o papel dos profissionais da aprendizagem na curadoria de conteúdos? 

Um processo em 10 passos... para aprender através de 26 exemplos práticos.

Visto aqui.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

livros.png

Competencias de YALSA para bibliotecarios que trabajan con los
jóvenes: Los adolescentes se merecen lo mejor. Chicago: Yalsa, 2010

 

Yalsa ([Associação de Serviços Bibliotecários para Jovens] ) desenvolveu este conjunto de competências a primeira vez em 1981, foram revistos em 1998, em 2003 e novamente em 2010. Essas competências podem ser usadas como indicadores de avaliação, como uma ferramenta para melhorar o serviço, como base para o desenvolvimento do programa de estudos bibliotecários escolares, tanto num ambiente de formação de pessoal, como um conjunto de diretrizes para usar ao falar sobre a importância de serviços de biblioteca, para os adolescentes.

 

Outros recursos de interesse para as bibliotecas escolares e jovens

 

Traduzido do espanhol, com adaptações.

Visto aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

UNESCO.png

El programa de Comunicación e Información. [e-Book] Paris, Unesco. 

 

Prólogo

El mundo cambia rápidamente y surgen nuevos desafíos que afectan la capacidad de nuestras sociedades para crecer y prosperar. Sin embargo, para enfrentar estos desafíos en constante aumento asistimos a una creciente movilización humana y a un compromiso renovado por parte de las organizaciones internacionales como la UNESCO, que actúan para fomentar el desarrollo sostenible y ayudar a las personas a alcanzar sus aspiraciones y esperanzas.

 

Para ello ha sido necesario concentrarse en la edificación de sociedades del conocimiento sólidas en las que los ciudadanos tengan un acceso libre e igual a la información y al conocimiento, y puedan utilizarlas para liberar el potencial económico y social en cualquier parte del mundo, incluso en el pueblo más remoto de la montaña más alta. En estas sociedades, los estudiantes e investigadores tienen acceso al material educativo y a la investigación científica; las personas con discapacidad no se quedan fuera de la autopista de la información; las mujeres y las niñas se empoderan para crear la nueva generación de aplicaciones TIC que se utilizarán para luchar contra los males sociales que nos acechan; el conocimiento se preserva para las generaciones futuras; los ciudadanos tienen la libertad de expresarse en línea y fuera de ella; y los periodistas pueden tomar su pluma para difundir la verdad sin temor a represalias.

 

La combinación de estos elementos impulsará la innovación y el desarrollo. La UNESCO se moviliza por todo el planeta para asegurarse de que la edificación de estas sociedades prosiga sin descanso. Desde la fundación de la UNESCO en 1945, millones de personas se han beneficiado de su acción y la han sostenido. Sus voces, que se expresan a lo largo de estas páginas, nos recuerdan que la UNESCO es tan relevante hoy como lo fue a mediados del siglo XX y que sigue transformando vidas y comunidades a través del mundo.

Getachew Engida - Director General Adjunto de la UNESCO

 


(2017). Unesdoc.unesco.org. Retrieved 21 September 2017, from http://unesdoc.unesco.org/images/002

 

Visto aqui.

 

Conteúdo relacionado:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

pew.png

Horrigan, Y. J. B. (2017). [e-Book] How People Approach Facts and Information. New York, Pew Research, 2017.

 

Além do interesse das pessoas em tópicos particulares, a pesquisa analisou a confiança das pessoas em oito fontes de informação. Bibliotecas e prestadores de cuidados de saúde estão no topo da lista das fontes mais confiáveis ​​entre os consultados, enquanto os medias sociais estão na parte inferior.

 

Quando as pessoas consideram envolver-se com factos e informações, muitos fatores entram em jogo. Quão interessados ​​estão no tópico? Quanto confiam nas fontes de informação relacionadas com o tópico? Que necessidade têm de aprender outra coisa? Que outros aspetos das suas vidas podem estar a competir pela sua atenção e a sua capacidade de obter informações? Que acesso têm à informação?

 

Uma nova pesquisa do Pew Research Center explora esses cinco aspetos do compromisso das pessoas com a informação e descobre que um par de elementos se destacam particularmente quando se trata do seu entusiasmo: o seu nível de confiança nas fontes de informação e o seu interesse na aprendizagem. Acontece que há momentos em que ambos os fatores se alinham, ou seja, quando as pessoas dependem de fontes de informação e estão ansiosas por aprender, ou quando desconfiam das fontes e têm menos interesse em aprender. Há outros momentos em que esses fatores apontam em direções opostas: as pessoas desconfiam das fontes de informação, mas estão entusiasmadas com a aprendizagem.

 

 

Arévalo, J. (2017). Las bibliotecas y bibliotecarias son los proveedores de información en que más confían las personas. Universo Abierto. Retrieved 19 September 2017, from https://universoabierto.org/2017/09/19/las-bibliotecas-y-bibliotecarias-son-los-proveedores-de-informacion-en-que-mas-confian-las-personas/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

pln.png

Castañeda, L. y Adell, J. (eds.). (2013).

Entornos personales de aprendizaje:

claves para el ecosistema educativo en red.

Alcoy: Marfil.

 

Presentación

El interés de los Entornos Personales de Aprendizaje (PLE, por sus siglas en inglés) no reside tanto en su novedad conceptual o tecnológica, como en la asunción de una perspectiva sobre la educación que intenta responder al gigantesco cambio tecnológico y cultural que ha tenido lugar en las últimas dos décadas en nuestra sociedad.

 

Desde nuestra perspectiva, el tema de los PLE es un nodo, y esperemos que un punto de inflexión, en el que confluyen el pensamiento, los debates y las prácticas sobre qué aprender y cómo aprender -y enseñar- a principios del siglo XXI. Una ocasión magnífica para reflexionar sobre cómo paliar la pobreza didáctica de algunas iniciativas supuestamente disruptivas (como los xMOOCs) o cómo integrar la tecnología en el aprendizaje formal más allá de proporcionar materiales de estudio digitales a los estudiantes. Si los PLE son "aprender a aprender con tecnología", integrar los PLEs en la educación es contribuir a desarrollar competencias imprescindibles en un mundo complejo y cambiante como el nuestro. (...)

 

Ler mais >>

Adell, J.
Adell, J. (2017). Entornos Personales de Aprendizaje: claves para el ecosistema educativo en red. Um.es. Retrieved 15 September 2017, from http://www.um.es/ple/libro/

 

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

kids.png

 Kids and Family Reading Report, [e-Book]  Scholastic, 2017 | Download |

 

En la celebración del Día Internacional de la Alfabetización, Scholastic tiene una gran noticia: los niños están leyendo.  la encuesta indica que hasta el 86% de los niños  piensan que la lectura es una clave importante para su metas futuras. Además, tanto los niños como los padres mostraron cierto grado de conciencia sobre la diversidad al seleccionar libros, y los hogares desglosados ​​por raza y etnia tuvieron números favorables cuando se trata elegir una amplia variedad de opciones de lectura.

 

En el año 2016, Scholastic, junto a YouGov, llevó a cabo su investigación biannual para explorar las actitudes y los comportamientos en torno a los libros de lectura para niños y familias. Los resultados esta investigación, basados en un muestreo de muestras de 2,718 padres y niños, incluyendo 632 padres de niños de edad 0-5; padres de niños de 6 a 6 años; y de 6 a 17 de la misma vivienda. (...)

 

Ler mais >>

Texto de Julio Alonso Arévalouniversoabierto.org

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Twitter_