Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



pnc.png

 Mais informações | Formulário de candidatura online |

 

O processo de candidaturas anuais das escolas (Ensino Público e Ensino Privado, incluindo as das Regiões Autónomas, Escolas Públicas Portuguesas no Estrangeiro e Escolas Portuguesas de iniciativa privada sediadas no estrangeiro) para participarem no PNC (ano letivo 2017-18) vai decorrer entre 12 de junho e 28 de julho.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

filme.png

 Dulce Mourato | A boa mentira | Ver o filme |

 

Dulce Mourato é investigadora do Grupo de Estudos e Investigação em Sexualidade, Educação Sexual e TIC - GEISEXT/IEUL - Universidade de Lisboa. É sua a análise fílmica que aqui se partilha.

 

Uma certeza: 

O som, a imagem, os ecrãs, dominam a vida contemporânea, os estudantes devem por isso, desde cedo, aprender a lê-los criticamente.

 

Um caminho:

Esta apresentação mostra como se lê um filme, como se desmonta, se analisa e se explica. Constitui-se, por isso, como um excelente contributo para  os professores verem como podem, também, trabalhar o cinema na escola e na biblioteca escolar.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

trailer.png

 fonte: Leer.es | Visionar tutorial | Descarregar o guia |

 

Outra forma de olhar e interpretar a literatura.

 

A educação literária e o fomento da leitura requerem novas técnicas e ferramentas que facilitem o trabalho educativo na sala de aula aos professores. Este guia propõe a realização de um trailer a partir da leitura de um livro como instrumento que integra as tecnologias no ensino.

 

O objetivo principal desta proposta é motivar os alunos durante a aula, captar a sua atenção e mostrar-lhes que os livros podem ser uma fonte de prazer, ligando-os à cultura visual contemporânea.

 

Conteúdo relacionado:

Autoria e outros dados (tags, etc)

imagem.jpg

 

A iniciativa "Leer a imagen" da Consejería de Educación de Castilla y León dirige-se ao último ano do 1.º Ciclo e ao 2.º Ciclo. Através de curta-metragens de animação, com atividades pedagógicas e cinematográficas, pretende-se promover a alfabetização digital e o manejo de novos recursos, ressaltar a importância da leitura para aprender e o emprego de diferentes técnicas para melhorar a competência linguística.
O enfoque é interdisciplinar, favorecendo ainda o tratamento de temas transversais como a educação crítica e artística, desenvolvimento da convivência ou creatividade, entre outros.


Toda a informação neste link.

 

Fonte.

 

Conteúdos relacionados:

Autoria e outros dados (tags, etc)

pnc.png

 | 8 de outubroCinemateca Portuguesa-Museu do Cinema |

 

Entre Espaços: a Escola e o Cinema

 

No início do ano letivo 2016-2017 considera-se oportuno fazer um balanço sobre a implementação do Plano Nacional de Cinema (PNC), refletir sobre a (s) experiência (s) adquirida (s) e, simultaneamente, perspetivar caminhos que devem ser traçados no novo ano letivo.

 

Neste contexto, vai ter lugar a 2.a Conferência  «Entre Espaços: a Escola e o Cinema», no dia 8 de Outubro, com o objetivo de dar voz a responsáveis de instituições culturais e educativas, cineastas e docentes, contribuindo para o debate sobre a formação de públicos de cinema em contexto educativo, valorizando o ato de ver cinema enquanto arte, e ouvindo as experiências de diversas personalidades e artistas neste âmbito. (...)

 

Ler mais >>

O prazo de inscrições decorre entre 12 e 28 de setembro.

Programa  

Inscrição online

Autoria e outros dados (tags, etc)

12382_dreamers-thumb-800x580-98210

Cena de Os sonhadores, de Bertolucci.

Os sonhadores são cinéfilos

 

Deveríamos estudar cinema nas escolas como estudamos filosofia, ciências humanas e artes. Não me refiro ao estudo técnico, com o intuito de formar diretores, roteiristas, fotógrafos ou produtores. Ensinar a criar um argumento, fazer um story-board, redigir e decupar um roteiro, conhecer os variados movimentos de câmera e orientar os atores são competências que devem ser ensinadas em faculdades, cursos técnicos e livres especializados na área.

 

Me refiro ao estudo teórico e intelectual. Me refiro ao entendimento do cinema como uma disciplina de entremeio, isto é, uma disciplina que engloba mais de uma área. Cinema é arte, comunicação e tecnologia ao mesmo tempo. Para o filósofo argentino, professor da Universidade de Brasília, Julio Cabrera cinema é filosofia. Para ele, cinema e filosofia deveriam ser estudados por todas as pessoas por se tratarem de importantes formas de se fazer pensar. Cabrera vai além. Ele diz que o cinema faz pensar afetivamente. (…)

 

Marques, S. (2015). deveríamos estudar cinema nas escolas. OBVIOUS. Retrieved 6 June 2016, from http://goo.gl/bfTQHx

 

Conteúdo relacionado:

 

Projetos (ideias):

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

clicar na imagem para saber mais. abre numa nova janela

 

O Plano Nacional de Cinema (PNC) é uma iniciativa conjunta da Presidência do Conselho de Ministros, através do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação, operacionalizado pela Direção-Geral da Educação (DGE), pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) e pela Cinemateca Portuguesa — Museu do Cinema (CP-MC).

 

O PNC está previsto como um plano de literacia para o cinema e de divulgação de obras cinematográficas nacionais junto do público escolar e pretende formar públicos escolares, despertando nos jovens o hábito de ver cinema, bem como valorizá-lo enquanto arte junto das comunidades educativas.

 

O processo de candidaturas anuais das escolas (Ensino Público, Ensino Privado, Ensino Profissional, incluindo as Regiões Autónomas, Escolas Públicas portuguesas no estrangeiro e Escolas portuguesas de iniciativa privada sediadas no estrangeiro) para participarem no PNC (ano letivo 2016-17) vai decorrer entre 06 de junho e 06 de julho.

 

Mais informações 

Ficha de candidatura

 

Ler mais >>

Ligações relacionadas:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

cinema.png

 

15H30 | 18 de maio

Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema


Projecção seguida de conversa com a presença do realizador, integrada no projecto europeu Moving Cinema, que visa dar a conhecer o cinema nacional e europeu através de projecções-conversas, encontros e outras actividades pedagógicas. Neste âmbito, foram já organizadas sessões públicas, também na Cinemateca Portuguesa, dos filmes Uma Pedra no Bolso de Joaquim PintoO Sangue de Pedro Costa, Le Havre de Aki Kaurismaki e Les 400 Coups de François Truffaut.  

 

Ler mais >>

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

Cinema1-1762.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se há escolas que se notabilizam pelo seu desempenho nas Ciências, e outras que sobressaem pela aposta na área das Humanidades, esta será sempre aquela de onde saiu o filme “Regina”, e que criou, para o público escolar, com algum pioneirismo, o 100Cenas, festival de cinema e multimédia. Em 30 anos, sem guião muito definido, um pouco ao sabor do entusiasmo e interesse de alunos e professores, a Escola Secundária de Castro Verde criou e consolidou uma marca. E o reconhecimento, até mesmo fora de portas, é tal que, quando começou a ser implementando o Plano Nacional de Cinema (PNC), em 2012, um programa governamental de literacia para o cinema e de divulgação de obras cinematográficas nacionais junto do público escolar, este foi um dos primeiros estabelecimentos a receber o convite para integrar o projeto. “Há uma identidade, uma cultura de escola muito ligada ao cinema e aos audiovisuais”, reconhece Lucinda Simões, professora bibliotecária do Agrupamento de Escolas de Castro Verde. (...)

 

 

in Diário do Alentejo

Texto: Carla Ferreira - Fotos: José Ferrolho

Ler mais >>

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

aprender.png

 

Clique na imagem para fazer o download

 

ICONO14 Asociación científica de Comunicación y Nuevas (revistaicono)

 

Editor: Luis Alberto Alves, Francisco García García y Pedro Alves (coordinadores)

Estado: Público

N° de páginas: 230

Tamaño: 170x235

ISBN eBook en PDF: 978-84-158-16-07-2

Ler mais >>

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:


RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Twitter_