Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




EMI_1D_Vignette.jpg

 Fonte |

 

Como podem os alunos ser ensinados a analisar informações e imagens, apurar o seu pensamento crítico e formar uma opinião? Como promover o entendimento e o uso racional dos media, especialmente dos media digitais?

 

Num mundo complexo, onde a informação é superabundante, instantânea e em fluxo, a educação para os media e para a informação (EMI) tornou-se uma prioridade.

 

Com esta brochura, o CLEMI deseja incentivar os professores das escolas a implementarem atividades em EMI, atendendo às suas necessidades específicas. Assim, disponibiliza 11 fichas pedagógicas e 3 fichas de interciclos. Cada uma delas fornece referências aos programas, um curso com atividades concretas, uma indicação da duração, referências para avaliação, sugestões de registos escritos e recursos. 

 

Estas fichas foram validadas e enriquecidas por um comitê pedagógico, garantindo a qualidade e a relevância do conteúdo.

 

Esta brochura também apresenta uma variedade de depoimentos que demonstram que a literacia mediática e da informação é uma prioridade educativa partilhada. 

 

Aprender a pesquisar, verificar e publicar informações com responsabilidade é fundamental para o desenvolvimento do pensamento crítico dos alunos. Pensado como uma ferramenta de formação e suporte à ação, espera-se que esta brochura responda efetivamente às necessidades dos professores.

 

>> Faça o download do folheto

 

Faça o download das brochuras por ciclo

Referência: Brochure "éducation aux médias et à l'information" à l'école primaire - CLEMI. (2018). CLEMI. Retrieved 24 June 2018, from https://www.clemi.fr/fr/ressources/emi-ecole-primaire.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Narciso Baeta a 24.06.2018 às 19:00

Debaixo de toda a parafernália tecnológica está um miúdo igual ao avô e ao bisavô, que precisa de ser amado e orientado. Antes havia os recreios e as tabernas, hoje há o Facebook e o Youtube. A diferença era que na taberna riam-se da mesma anedota, e hoje é a aldeia global que se ri ao mesmo tempo do mesmo post.

Comentar post



RBE


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Ligações

Sítios Institucionais


Twitter



Perfil SAPO

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Twitter_